Skip to content

RICARDO RIBAS

Jornalismo feito por jornalista

Archive

Tag: Alberto Cesar Otazú
Alberto Cesar Otazú tem um segundo e um terceiro na Fórmula Vee em Piracicaba - Divulgação

Alberto Cesar Otazú tem um segundo e um terceiro na Fórmula Vee em Piracicaba – Divulgação

 

Depois de uma excelente estreia na Copa ECPA de Fórmula Vee, Alberto Cesar Otazú (Braspress/Pilotech/Alpie/Cazarré-MasterMidia Mktcom) volta ao palco de seus primeiros pódios na categoria-escola, desta vez para brigar pela liderança no certame do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba (SP), neste final de semana (24/6).

 

“Agora com mais experiência, creio que continuarei conquistando outros pódios entre os três primeiros colocados. Se o meu carro estiver bem acertado, tenho a convicção de que poderei brigar pela vitória”, acredita Alberto Cesar Otazú, que soma 27 pontos, oito a menos do que Francisco Laborda, atual vice-campeão argentino de Fórmula A 1.300.

 

Otazú quer brigar pela liderança da Copa ECPA de Fórmula Vee - Foto: Eder Martins

Otazú quer brigar pela liderança da Copa ECPA de Fórmula Vee – Foto: Eder Martins

 

Na primeira etapa Alberto Cesar Otazú perdeu a primeira fila por apenas 47 milésimos de segundo e largou com o terceiro tempo. Sem cometer erros acabou recebendo a bandeirada em segundo, na vitória do argentino Francisco Laborda. Na segunda prova, Cesar Otazú não conseguiu conter o amazonense Gabriel Silva, que tem mais experiência e um excelente acerto em seu monoposto que o levou à vitória, e terminou em terceiro, logo depois de Laborda.

 

“Fiquei contente com a minha estreia em Piracicaba e aprendi bastante. Gostei muito do traçado da pista e agora estou mais bem preparado para almejar resultados ainda melhores. Para isto, preciso acertar bem a suspensão e o motor do Fórmula Vee para continuar brigando ali na frente”, planeja o vice-líder e caçula da Fórmula Vee.

 

Classificação da Copa ECPA de Fórmula Vee após as duas primeiras etapas:

1) Francisco Laborda, 35 pontos

2) Alberto Cesar Otazú, 27

3) Gabriel Silva, 24

4) Thiago Vaz, 20

5) Zigomar Jr., 16

6) Bernardo Albanesi, 11

7) Guilherme da Silva, 10

8) Rodrigo Rosset, 10

9) Paulo Cortese, 8

10) Paulo Campanelli, 5

 

Confira a programação de sábado da segunda rodada dupla da Copa ECPA de F-Vee:

8h30 às 8h55 – 1º Treino Livre

9h35 às 10h05 – 2º Treino Livre

11h50 às 12h00 – Tomada de Tempo

14h40 – 3ª etapa – 12 voltas

16h00 – 4ª etapa – 12 voltas

Fonte: Organização

Alberto Cesar Otazú quer a terceira vitória na temporada - Foto: Pedro Bragança

Alberto Cesar Otazú quer a terceira vitória na temporada – Foto: Pedro Bragança

 

Maior vencedor da temporada, com duas vitórias em cinco etapas realizadas, Alberto Cesar Otazú (Braspress/Pilotech/Alpie Escola de Pilotagem/HTPro Nutrition) quer retomar a liderança da Taça Amika Ayrton Senna, que terá a sua sexta etapa nesta quinta-feira (22), no Kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos, na zona sul de São Paulo. E desta vez enfrentará um desafio diferente, pois a prova terá uma hora de duração.

 

“Como eu tenho uma participação a menos no campeonato, a minha alternativa para continuar na briga pelo título é vencer novamente. Não será fácil, mas como esta etapa será longa, com uma hora de duração, acredito que o meu preparo físico poderá ser uma vantagem competitiva”, assume Alberto Cesar Otazú, que é treinado pela clínica Pilotech, comandada pelo experiente José Rubens D’Elia, e tem suplementação alimentar da HTPro Nutrition.

 

André Mansano (E) e Alberto Cesar Otazú (D) são os líderes da Taça Ayrton Senna - Divulgação

André Mansano (E) e Alberto Cesar Otazú (D) são os líderes da Taça Ayrton Senna – Divulgação

 

A abertura do certame foi vencida por Cayto Grotkowsky. A segunda e terceira etapas foram realizadas no mesmo dia, com Alberto Otazú vencendo a primeira prova, e André Mansano levando a segunda corrida, que teve grid totalmente invertido. A quarta etapa mostrou outra vitória de Alberto Cesar, enquanto que a última prova disputada apresentou Eric Baraveli como o quarto vencedor da temporada. A liderança da Taça Ayrton Senna de Kart é do experiente André Mansano, com 91 pontos, apenas um de vantagem sobre Alberto Cesar Otazú, 90. Eric Baraveli vem em terceiro, com 88, seguido de Cayto Grotkowsky, com 87 pontos.

 

“Neste campeonato tem pelo menos dez pilotos em condições de vencer. E a alternância de vencedores, pole positions e detentores de voltas mais rápidas deixaram o campeonato extremamente equilibrado. No entanto, estou muito confiante em desequilibrar esta disputa e assumir a liderança que já foi minha. Creio que a minha regularidade e constância nas voltas poderá fazer a diferença”, acredita o caçula do certame, com apenas 16 anos de idade.

 

Confira a classificação dos dez primeiros (com dois descartes) da Taça Ayrton Senna da AMIKA após cinco etapas:

1) André Mansano, 91

2) Alberto Cesar Otazú, 90

3) Eric Baraveli, 88

4) Cayto Grotkowsky, 87

5) Rodrigo Borotto, 85

6) Alfredo Salvaia, 83

7) Akira Eguti, 79

8) Guilherme Lima, 71

9) Miguel Cappuccio e Peter Jankowski, 70

Fonte: Organização

Alberto Cesar Otazú venceu pela 16ª vez neste ano - Foto: Pedro Bragança

Alberto Cesar Otazú venceu pela 16ª vez neste ano – Foto: Pedro Bragança

 

Vencedor do GP Alex Dias Ribeiro, etapa de abertura do Campeonato Asseka de Kart, Alberto Cesar Otazú venceu novamente no último final de semana (10), desta vez a quinta etapa do certame que também contou com a participação do ex-piloto de Fórmula 1. O jovem de apenas 16 anos de idade largou da pole position, liderou de ponta a ponta, estabeleceu a volta mais rápida no Kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos, e ainda assumiu a liderança isolada do campeonato.

 

“Fiquei muito feliz e orgulhoso de receber outro troféu de vitória das mãos do Alex Dias Ribeiro, que nos deu a honra de correr conosco. Eu precisava vencer esta corrida e me esforcei para fazer a pole e depois a volta mais rápida, para somar o máximo de pontos possível. E deu certo, agora lidero mais um campeonato”, comemorou o líder.

 

Alex Dias Ribeiro (E) correu com Alberto Cesar Otazú em Interlagos - Foto: Pedro Bragança

Alex Dias Ribeiro (E) correu com Alberto Cesar Otazú em Interlagos – Foto: Pedro Bragança

 

Com esta 16ª vitória em 2017 – segunda na Asseka -, Alberto Cesar Otazú assumiu a ponta do campeonato com 114 pontos, seis de vantagem sobre Márcio Simão, o vice-líder, que também tem duas vitórias. Em terceiro está Bruno Escarim, com 104 pontos, apenas dois na frente de Erick Nemez, vencedor de uma das corridas da temporada.

 

A sexta etapa do Asseka, que abre a segunda metade do campeonato será no dia 22 de julho, no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP).

 

Os dez primeiros na quinta etapa do Asseka foram:

1) Alberto Cesar Otazú, 20 voltas em 18min22s694

2) Cristian Peticov, a 7s307

3) Erick Nemez, a 7s838

4) Márcio Simão, a 9s351

5) Anderson da Silva, a 12s391

6) Luan Oliveira, a 17s670

7) Clovis Silva, a 20s617

8) Raymundo de Castro, a 17s416

9) Vinicius de Andrade, a 20s258

10) Anderson da Silva, a 21s793

 

Os dez primeiros no campeonato depois de cinco etapas são:

1) Alberto Cesar Otazú, 114 pontos

2) Márcio Simão, 108

3) Bruno Escarim, 104

4) Erick Nemez, 102

5) Luan Oliveira e Cristian Peticov, 84

7) Valdir Silva e Anderson Darc, 82

9) Wagner Nascimento, 72

10) Clovis Silva, 69 pontos

Fonte: Organização

Pilotos doTartarugas Racing Team nas 24 Horas Rental Kart Interlagos 2017 - Divulgação

Pilotos do Tartarugas Racing Team nas 24 Horas Rental Kart Interlagos 2017 – Divulgação

Exatamente um mês antes da realização da segunda edição da 24 Horas Rental Kart Interlagos, que terá largada às 15 horas de 8 de julho no Kartódromo Ayrton Senna, na zona sul de São Paulo (SP), o Tartarugas Racing Team anuncia a sua formação, com a pretensão de subir no pódio em sua segunda participação.

 

O time paulista será formado por nove pilotos: Alberto Cesar Otazú (16 anos), André Alves (32), Cadu Guimarães (33), Cesar Mercatelli (32), João Ulisses dos Santos (59), Johnny Neves (31), Marcos Gelsi (46), Rodrigo Caldeira (28) e Vitor Mercatelli (32).

 

“Já estamos com praticamente tudo pronto para uma grande apresentação. Pouquíssima gente conhece a nossa equipe, por isso, queremos surpreender fazendo uma prova bem planejada, organizada e consistente, que poderá resultar num pódio”, declara João Alberto Otazú, chefe da equipe Tartarugas Racing Team, que terá o apoio de Marcelo Povreslo como coordenador.

 

A II 24 Horas Rental Kart Interlagos terá a participação de 50 equipes, reunindo um mínimo de quatro e máximo de doze pilotos, que deverão cumprir cerca de 1.240 voltas pelo circuito de 1.150 metros do kartódromo. A Tartarugas Racing Team terá oito pilotos atuando na pista, enquanto Marcos Gelsi atuará também na estratégia.

 

Otazú pilotou oito horas nas 24 Horas Rental Kart Interlagos - Foto: Pedro Bragança

Otazú pilotou oito horas nas 24 Horas Rental Kart Interlagos – Foto: Pedro Bragança

 

Piloto mais jovem do time, Alberto Cesar Otazú emprestará a sua boa experiência no circuito de Interlagos e ao lado de Cadu Guimarães serão os responsáveis pela tomada de tempos. “No ano passado corri em dois times, ao lado de jornalistas na equipe Imprensa e ao lado de pilotos profissionais na equipe Stock Car. Mesmo só com quatro meses e com menos de 20 corridas de experiência naquela ocasião consegui largar em 18º. Agora a nossa meta é largar no top 10 para andar entre os ponteiros desde o começo”, avisa.

 

O Tartarugas Racing Team participou da prova do ano passado, terminando na 26ª posição entre os 42 participantes da primeira edição da prova de gala do kartismo amador. “Depois de uma participação despretensiosa em 2016, quando juntamos alguns amigos para virar a noite pilotando kart, resolvemos nos organizar e encarar esta edição com seriedade, elaborando um planejamento e realizando treinos específicos. Estamos prontos para entrar no rol dos grandes times de Endurance no Brasil”, contou João Ulisses dos Santos, o piloto mais maduro da equipe, e que terá os seus filhos gêmeos, Cesar e Vitor, como companheiros nesta prova de longa duração.

 

Para mais informações, visite o site do evento.

Líder do certame, Otazú tem sede de vitória - Foto: Sandro de Souza

Líder do certame, Otazú tem sede de vitória – Foto: Sandro de Souza

 

Mesmo com duas vitórias em três participações, Alberto Cesar Otazú não se sente tranquilo na liderança da Taça Amika Ayrton Senna, que terá a sua quinta etapa hoje (25), no Kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos (SP). Por isso, o seu objetivo vai além de simplesmente manter a ponta do certame, que sustenta com 90 pontos, três de vantagem sobre Cayto Grotkowsky e oito para Rodrigo Borotto.

 

“Eu não participei da primeira etapa, e isto poderá fazer falta, pois este campeonato é muito competitivo. Preciso vencer mais para ampliar a vantagem e ter uma maior segurança para a segunda metade do campeonato”, planeja o piloto.

 

A abertura do certame foi vencida por Cayto Grotkowsky. A segunda e terceira etapas foram realizadas no mesmo dia, com Alberto Otazú vencendo a primeira prova, e André Mansano levando a segunda corrida, que teve grid invertido. E na última competição realizada Alberto Cesar voltou a vencer, o que o colocou na liderança do campeonato com um dos descartes obrigatórios.

 

“Estou muito focado para esta competição. Se tiver a vantagem de ser sorteado com um kart competitivo, já quero começar lutando pela pole position. Depois quero brigar pela vitória e volta mais rápida, que também concede ponto de bonificação. Se não for possível vencer, tenho que garantir pontuação alta subindo no pódio novamente”, completou o líder, que só em 2017 já subiu 22 vezes no pódio.

 

Confira a classificação dos dez primeiros (com um descarte) da Taça Ayrton Senna após quatro etapas:

1) Alberto Cesar Otazú, 90

2) Cayto Grotkowsky, 87

3) Rodrigo Borotto, 82

4) Akira Eguti, 81

5) Alfredo Salvaia, 79

6) Eric Baraveli, 73

7) Peter Jankowski, 70

8) André Mansano, 69

9) Guilherme Lima, 68

10) Fernando Nassif, 63

Fonte: Organização

Coisa de corrida, caçula da Fórmula Vee abandonou por problema mecânico - Divulgação

Coisas de corrida, caçula da Fórmula Vee abandonou etapa por problema mecânico – Divulgação

A 4ª etapa do Campeonato Paulista de Fórmula Vee ficou longe das melhores expectativas de Alberto Cesar Otazú. O mais jovem (16 anos) piloto da categoria-escola foi obrigado a abandonar ainda na primeira volta com problema mecânico na prova disputada no Autódromo José Carlos Pace,, em Interlagos,  no último final de semana (20).

 

“É lógico que fiquei chateado, principalmente porque eu preciso de quilometragem. No entanto, tenho ciência de que este é um tipo de problema inerente ao esporte a motor. Tenho que levantar a cabeça e esperar a próxima etapa para continuar a minha caminhada”, comentou o piloto.

 

Otazú concentrado para ir para a pista - Divulgação

Concentração para ir para a pista – Divulgação

Nos treinos livres, realizado sob muita chuva e com o circuito muito escorregadio, em virtude da mistura de água e óleo no asfalto, Alberto Cesar ficou no top 10. “Não foi uma situação fácil, pois o carro escorregava até nas retas. No entanto, foi um excelente aprendizado para mim, que estou começando a correr de carro neste ano, e a Fórmula Vee com estes pneus radiais é a melhor escola que existe”, atestou.

 

No treino classificatório Alberto Otazú garantiu a sétima posição entre os 15 pilotos do grid, e ficou com a sensação que poderia ter sido um pouco mais rápido. “A pista foi melhorando a cada volta, tanto que todos marcaram o melhor tempo na última volta completada. Eu resolvi parar no box para relatar como estava o carro e acabei perdendo tempo. Se tivesse permanecido na pista talvez tivesse largando em sexto ou mesmo quinto, pois estava baixando em média meio segundo por volta”, acredita.

 

Na corrida, no entanto, ainda na primeira volta o piloto da Braspress/Pilotech/Alpie/Mega Kart teve que encostar o carro na curva do Lago e abandonar. “Conseguimos evoluir bastante o carro, eu estava com um motor novo que foi amaciado por dois dias, e mesmo assim tivemos problema. Vamos desmontar tudo e avaliar para que possamos ter uma boa participação na próxima etapa”, considera Alberto Cesar Otazú. A quinta etapa do Campeonato Paulista de Fórmula Vee será no dia 11 de junho, novamente em Interlagos.

Pódio com os quatro finalistas do 1º Super Duelo de Interlagos - Divulgação

Pódio com os quatro finalistas do 1º Super Duelo de Interlagos – Divulgação

 

Evento de inauguração dos novos rental kart do Kartódromo Ayrton Senna, o 1º Super Duelo de Interlagos viu na noite da última sexta-feira (12) Alberto Cesar Otazú dominar tanto a fase eliminatória como a grande final, e receber o título de kartista mais rápido do Kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos, zona sul de São Paulo (SP).

 

“Fiquei feliz com esta conquista e muito honrado por ser considerado um dos pilotos mais rápidos de Interlagos. Foi uma disputa muito acirrada e venci por uma pequena margem, o que me deixa mais orgulhoso”, declarou Cesar Otazú, que foi cronometrado em 55s925 para o circuito de 900 metros, apenas 16 milésimos de segundo mais rápido do que Miguel Varca, o segundo colocado.

 

Na fase eliminatória todos os pilotos inscritos foram lastreados em 90 quilos e entraram para a pista ao mesmo tempo, e cada um deu cinco voltas com cinco karts Mini sorteados. Nesta prática o mais rápido foi Alberto Otazú, com a marca de 56s118, apenas 68 milésimos de segundo mais rápido do que Bruno Ferreira, com Varca virando em 56s253, e Henri Morbi marcando 56s320.

 

Otazú, o mais rápido do duelo - Divulgação

Otazú, o mais rápido do duelo – Divulgação

“Eu não tive oportunidade de treinar antes com este novo kart e fui para o evento no escuro. Mas rapidamente peguei o jeito dele, que não admite pegar muita zebra e tem o freio bem sensível. E por isto o traçado para virar rápido também ficou diferente. Este kart contempla quem é mais técnico, dirige mais redondo”, explicou o piloto.

 

Os quatro mais rápidos voltaram para o circuito e novamente deram cinco voltas e foram trocando de kart entre si. A vitória de Alberto Cesar Otazú veio com o último kart que pegou e apenas na 19ª e penúltima volta que completou.

 

“Foi tenso, pois nesta fase final o organizador desligou o painel de cronometragem, então, não sabíamos o nosso tempo e nem a posição. O legal é que ele ligou na hora em que eu estava fechando a penúltima volta e vi eu meu número pulando de segundo para primeiro. Eu me concentrei para fazer a última volta rápida e só comemorei mesmo depois que todos passaram pela linha de chegada, pois foi tudo muito equilibrado”, comemorou aliviado com mais um título em sua curta carreira, iniciada há apenas um ano e três meses.

Otazú e o troféu da F-Vee conquistado em Interlagos - Divulgação

Otazú e o troféu da F-Vee conquistado em Interlagos – Divulgação

 

Exatamente um ano depois de sua primeira vitória do kartismo amador, sobe no pódio em sua segunda incursão no Autódromo de Interlagos (SP). No último domingo (30) ele terminou na sexta colocação no GP do Trabalhador de Fórmula Vee.

 

“Atingi o objetivo que tinha traçado. No sábado (29) andei bom tempo em quarto, mas tive problema elétrico na penúltima volta e recebi a bandeirada dentro dos boxes na nona posição”, lembrou Alberto Cesar, que está participando de suas primeiras provas no automobilismo.

 

“Mas no domingo recebi a bandeirada em sexto e levo pra casa o primeiro troféu com o nome de Interlagos grafado nele”, comemora Otazú, que na Copa ECPA de Fórmula Vee já havia conquistado os seus primeiros troféus na categoria, com uma segunda e uma terceira posições, que lhe garantiram a vice-liderança no certame.

 

Na terceira etapa do Campeonato Paulista de Fórmula Vee Alberto Cesar Otazú garantiu a quarta fila no grid de largada e partiu do oitavo lugar. Com uma pilotagem agressiva ele foi subindo de posições até se estabelecer no quarto posto. No entanto, na penúltima volta o seu Fórmula Vee teve um curto-circuito no motor de arranque e o piloto recebeu a bandeirada dentro do box.

 

“O meu motor estava rendendo bem melhor do que na classificação, pois acertaram a injeção. Já a estabilidade não estava como na tomada de tempos. Pena que tive esta pane elétrica e perdi a chance de subir no pódio”, lamentou a oitava posição.

 

Otazú foi sexto colocado no GP do Trabalhador de F-Vee - Foto: Claudio Laranjeira

Otazú foi sexto colocado no GP do Trabalhador de F-Vee – Foto: Claudio Laranjeira

 

No GP do Trabalhador, em homenagem aos mecânicos e funcionários da Fórmula Vee, Alberto Otazú largou do sexto posto. Com a queda de rendimento de seu motor em virtude de problema de injeção, o piloto não conseguiu brigar no pelotão dianteiro.

 

“Ao mesmo tempo em que tive e felicidade de subir no pódio em Interlagos, ficou aquele gostinho amargo de não poder andar mais rápido e brigar pela vitória. Mesmo assim só tenho que agradecer a equipe F/Promo Racing e trabalhar para acertar o meu carro e andar cada vez mais forte”, encerra Alberto Cesar.

 

A próxima rodada dupla da Fórmula Vee será nos dias 19 e 20 de maio, novamente no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos.

 

Resultado da 3ª etapa do Campeonato Paulista de Fórmula Vee:

1) Heitor Nogueira, 12 voltas em 27min06s111

2) Cristiano Denardi, a 0s061

3) Gabriel Silva, a 0s274

4) Cesar Gallagi, a 6s203

5) Zigomar Jr, a 6s458

6) Kenner Garcia, a 18s513

7) Gustavo Camilo, a 42s936

8) Alberto Cesar Otazú, a 1 volta

Fonte: Organização