Skip to content

RICARDO RIBAS

Jornalismo feito por jornalista

Archive

Archive for junho, 2017
P51 Combat Fighter, Mohawk - Foto: Business Wire

P51 Combat Fighter, Mohawk – Foto: Business Wire

 

Confederate Motorcycles, criadores das máquinas de estrada mais exóticas do mundo, anunciou que sua motocicleta ainda mais avançada, P51 Combat Fighter, foi incluída na produção dos Transformers: O último cavaleiro.

 

A marca de luxo global está entusiasmada com a confirmação de que o Decepticon, Mohawk, aparecerá como um Fighter disfarçado de veículo. H. Matthew Chambers, diretor executivo da Confederate Motorcycles, disse: “O Fighter é pura força yang, nascido para trazer o inferno, por isso sua transformação em uma motocicleta punk, empunhando uma faca e causando o caos é lógica e interessante”. Veja abaixo (Crédito: Nikolav Bogomolov).

 

[video]https://www.youtube.com/watch?v=2oFGbSgpYOc[/video]

 

Das 61 edições especiais da Combat Collection, cada uma construída pelas mãos de mestres artesãos altamente habilidosos da Confederate em sua sede em Birmingham, somente duas permanecem disponíveis para reserva.

 

Transformers, O último cavaleiro agora nos cinemas de todo o mundo – Confederate Motors, Inc. (CFED) é um grupo de especialistas rebeldes 100% concentrados na criação das melhores e mais belas motocicletas, sem nenhum compromisso. Cada motocicleta é feita artesanalmente para ser uma obra de arte, uma relíquia, com a aparência e a condução de uma autêntica rebelde. 

Alberto Cesar Otazú tem um segundo e um terceiro na Fórmula Vee em Piracicaba - Divulgação

Alberto Cesar Otazú tem um segundo e um terceiro na Fórmula Vee em Piracicaba – Divulgação

 

Depois de uma excelente estreia na Copa ECPA de Fórmula Vee, Alberto Cesar Otazú (Braspress/Pilotech/Alpie/Cazarré-MasterMidia Mktcom) volta ao palco de seus primeiros pódios na categoria-escola, desta vez para brigar pela liderança no certame do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba (SP), neste final de semana (24/6).

 

“Agora com mais experiência, creio que continuarei conquistando outros pódios entre os três primeiros colocados. Se o meu carro estiver bem acertado, tenho a convicção de que poderei brigar pela vitória”, acredita Alberto Cesar Otazú, que soma 27 pontos, oito a menos do que Francisco Laborda, atual vice-campeão argentino de Fórmula A 1.300.

 

Otazú quer brigar pela liderança da Copa ECPA de Fórmula Vee - Foto: Eder Martins

Otazú quer brigar pela liderança da Copa ECPA de Fórmula Vee – Foto: Eder Martins

 

Na primeira etapa Alberto Cesar Otazú perdeu a primeira fila por apenas 47 milésimos de segundo e largou com o terceiro tempo. Sem cometer erros acabou recebendo a bandeirada em segundo, na vitória do argentino Francisco Laborda. Na segunda prova, Cesar Otazú não conseguiu conter o amazonense Gabriel Silva, que tem mais experiência e um excelente acerto em seu monoposto que o levou à vitória, e terminou em terceiro, logo depois de Laborda.

 

“Fiquei contente com a minha estreia em Piracicaba e aprendi bastante. Gostei muito do traçado da pista e agora estou mais bem preparado para almejar resultados ainda melhores. Para isto, preciso acertar bem a suspensão e o motor do Fórmula Vee para continuar brigando ali na frente”, planeja o vice-líder e caçula da Fórmula Vee.

 

Classificação da Copa ECPA de Fórmula Vee após as duas primeiras etapas:

1) Francisco Laborda, 35 pontos

2) Alberto Cesar Otazú, 27

3) Gabriel Silva, 24

4) Thiago Vaz, 20

5) Zigomar Jr., 16

6) Bernardo Albanesi, 11

7) Guilherme da Silva, 10

8) Rodrigo Rosset, 10

9) Paulo Cortese, 8

10) Paulo Campanelli, 5

 

Confira a programação de sábado da segunda rodada dupla da Copa ECPA de F-Vee:

8h30 às 8h55 – 1º Treino Livre

9h35 às 10h05 – 2º Treino Livre

11h50 às 12h00 – Tomada de Tempo

14h40 – 3ª etapa – 12 voltas

16h00 – 4ª etapa – 12 voltas

Fonte: Organização

Divulgação

Divulgação

 

De hoje a 25 de junho os motociclistas que passarem pelo Sul de Minas Gerais, recebe a vigésima quinta edição de um dos mais tradicionais eventos do setor de duas rodas no País. Trata-se do Bikefest, que será realizado na Praça Central da cidade Tiradentes. O evento, que espera a presença de mais de 25 mil visitantes, foi ampliado e agora traz ainda mais atrações para o público. A Honda, mais uma vez, é um dos destaques e apresenta pela primeira vez ao público versão 2018 da NC750X, além de contar uma ampla área de test-ride para modelos como o scooter SH150i e a CRF 1000L Africa Twin, moto oficial do evento

 

Em um estande de aproximadamente 160m², a marca irá mostrar além da nova NC750X, mais 8 modelos de seu line-up. Destaque também para a família 500, composta pela naked CB500F, crossover CB500X e sport CBR500R. Estarão expostas também, os scooter´s SH 150i e SH300i, linha 650cc além da família XRE, compostas pelos modelos XRE 190,  da XRE 300 Adventure, recém apresentada ao público.

 

Na área externa do pavilhão, a Honda irá disponibilizar ao público um espaço exclusivo para realização de test ride com os principais modelos do lineup de alta e baixa cilindrada. Destaque para Africa Twin e a recém-apresentada scooter SH150i. Durante os dias de evento, uma equipe de atendimento e vendas Honda, representada pelas concessionárias Real Motos e independências motos auxiliará o público com informações sobre produtos e serviços na área que compõe o pavilhão.

 

Serviço:

25° Bikefest Tiradentes-MG

Local: Hotel Santíssimo Resort

Endereço: Rua dos Inconfidentes, 140 – Centro Histórico, Tiradentes – MG, 36325-000

Data: 21 à 25 de junho

Horário de funcionamento: Quarta à sexta das 14h às 22h; Sábados das 10h às 00hs; Domingos das 10h às 00hs.

Divulgação

Divulgação

 

Este mês foi inaugurado o Eurobike Café, um espaço super exclusivo e planejado para proporcionar uma experiência única para os apaixonados por café. O menu conta com produtos diferenciados como cafés especiais (lotes premiados), produtos sem glúten e sem lactose, pipoca gourmet, bolos e salgados funcionais.

 

O Café Eurobike ainda traz o Black Latte, uma tendência no Reino Unido e Austrália. A bebida é produzida com carvão vegetal ativado, considerado um ingrediente saudável e muito utilizado em dietas detox, pois elimina substâncias toxicas do organismo entre muitos outros benefícios.

 

O espaço aconchegante é perfeito para reunir amigos para um Coffe Break ou até mesmo para uma reunião corporativa. Uma refeição leve no almoço também é uma ótima opção. Uma dica é a salada com quiche de cogumelos.

 

Serviço: Café Eurobike

Endereço: Rua Clodomiro Amazonas, 1012, Itaim Bibi.

Telefone: (11) 2924-8995

Horário de funcionamento: Segunda a Sexta das 8h às 19h

Sábado das 8h às 14h

Suzuki Day levará participantes pelas trilhas de Visconde de Mauá - Tom Papp

Suzuki Day levará participantes pelas trilhas de Visconde de Mauá – Tom Papp

 

Neste fim de semana, dias 24 e 25 de junho, famílias e amigos têm encontro marcado com a diversão off-road. O distrito de Visconde de Mauá, em Resende, na divisa entre Rio de Janeiro e Minas Gerais, receberá os participantes do passeio Suzuki Day.

 

Nesta edição, os Suzukeiros farão um percurso de aproximadamente 45 km em meio a visuais incríveis, subidas com erosões, pedras e travessia de riachos. A largada e a chegada serão em frente à Igreja de São Sebastião, ponto turístico de Visconde de Mauá.

 

Na inscrição, que deve ser feita pelo site, é possível escolher entre sábado (24) ou domingo (25). Podem participar os veículos 4×4 das linhas New Vitara, S-Cross, Grand Vitara, Vitara, Jimny, Samurai e Sidekick. Pela manhã, todos se reúnem, participam do briefing e depois partem para a aventura em meio a belas paisagens. “É muito bom, pois une o turismo na cidade com o evento. O passeio é tranquilo, dá para aproveitar bastante”, afirma Paulo Afonso Garcia, que já participou do Suzuki Day ao lado da esposa Helenice Garcia.

 

Pontos turísticos estão no roteiro dos passeios Suzuki Day - Tom Papp

Pontos turísticos estão no roteiro dos passeios Suzuki Day – Tom Papp

 

Não há limite de idade para participar, o que faz do Suzuki Day o programa perfeito para a família inteira. “Além da diversão ao dirigir, pudemos aproveitar o belo visual da região durante todo o trajeto. Com certeza é um evento muito bacana”, comenta Jaqueline Capela, que participou do ao lado do marido Diogo Cunha, a bordo de um Grand Vitara.

 

Programação Suzuki Day Visconde de Mauá

Dias 24 e 25 de junho

Local: Campo de futebol em frente à Igreja São Sebastião (entrada de Visconde de Mauá)

08h30 – Abertura da Secretaria do Passeio

09h30 – Briefing

10h00 – Largada do Passeio

13h30/14h00 – Chegada e Almoço

 

Confira o calendário completo* e programe-se para participar do Suzuki Day:

26 e 27 de agosto – Cunha a Paraty (RJ)

07 e 08 de outubro – Natal (RN)

11 e 12 de novembro – Chapada dos Guimarães (MT)

* Calendário sujeito a modificações.

A linha Bonneville cresce com os modelos  Bobber (E) e Street Scrambler - Divulgação

A linha Bonneville cresce com os modelos Bobber (E) e Street Scrambler – Divulgação

 

A Triumph lança nesta semana no Brasil, nas suas 15 concessionárias, as novas motocicletas clássicas da família Bonneville: Bobber e Street Scrambler. Os novos modelos chegam com preços de R$ 41.990,00 (Street Scrambler) e R$ 49.990,00 (Bobber) e ampliam ainda mais o leque de motocicletas clássicas da marca – que já contava com outros cinco modelos no País: Street Twin, Street Cup, Bonneville T120, Bonneville T120 Black e Thruxton R.

 

Atualmente, as motocicletas clássicas representam para a Triumph, no mercado nacional, cerca de 25% das vendas totais da marca. “Nossa intenção é ampliar esta participação nos próximos anos, chegando a 30% no final do próximo ano e atingindo pelo menos uma fatia de 35% das nossas vendas até 2020”, explica Waldyr Ferreira, Diretor Geral da Triumph Motorcycles Brazil. “No mercado internacional, as clássicas já alcançaram uma participação de 50% das vendas da marca e a expectativa é ampliar ainda mais este percentual até 2020”, acrescenta.

 

Os novos modelos Bobber e Street Scrambler deverão atingir, no total, um volume de vendas em torno de 380 unidades no próximo ano. A Street Scrambler tem como público-alvo, na avaliação da fabricante inglesa, um consumidor clássico e moderno ao mesmo tempo, que prefere atitude, elegância e estilo mais rústico e focado no off-road, mas que também busca uma moto bonita, divertida e que ofereça conforto em todos os tipos de estrada. Já o comprador de uma Bobber deseja uma motocicleta clássica moderna, mas busca uma experiência de pilotagem mais emocionante. Ele é atraído pelo belo design e estilo da moto, e procura por um modelo icônico, realmente especial.

 

Bobber - Divulgação

Bobber – Divulgação

 

Bonneville Bobber – As motocicletas de estilo bobber nasceram logo após a Segunda Guerra Mundial , na década de 40, por meio dos soldados que voltavam para casa e buscavam emoção em duas rodas. Utilizando como base, muitas vezes, motocicletas que haviam sobrevivido à guerra, eles customizavam as motos em garagens caseiras, utilizando ferramentas simples. O objetivo era tornar a motocicleta a mais despojada possível, retirando tudo que fosse considerado supérfluo, como para-lamas pesados, proteções e luzes indicadoras. Depois de prontas, elas disputavam rachas e corridas de rua que ajudaram o tornar o seu estilo uma verdadeira febre entre os motociclistas da época.

 

Apesar de trazer o DNA incomparável de engenharia e estilo da Bonneville T120, a nova Bobber nasceu de uma linhagem inigualável de bobbers personalizadas da Triumph. E oferece personalidade e atitude inconfundíveis. O novo modelo reúne, com perfeição, os princípios de estilo minimalista, sua proposta muscular e a atitude que se espera de uma autêntica bobber. Na verdade, as principais características de uma bobber real estão presentes na nova clássica da Triumph: linhas limpas, motor exposto, postura baixa, assento individual, guidão largo, carroceria e farol mínimos, tanque esculpido, rodas com raios cromados, roda traseira mais larga e a essencial traseira com a aparência mais robusta. Com seu motor de 1.200 cc, é uma motocicleta hotrod imponente, musculosa e tão empolgante para observar como também para pilotar.

 

Street Scrambler - Divulgação

Street Scrambler – Divulgação

 

Bonneville Street Scrambler – O conceito de moto Scrambler nasceu na década de 50, para batizar modelos que eram adaptados para disputar corridas de enduro – ganhando itens como pneus para o uso off-road, escapamento alto e guidão largo. O nome veio da expressão em inglês to scramble, que significa subir rapidamente uma colina usando os pés e as mãos. Este tipo de moto fez sucesso e logo os fabricantes começaram a lançar modelos com este visual off-road. A Triumph entrou no segmento em 1963, com a Bonneville T-120 TT, de 650 cc, que ficou em produção até 1967. Em 2006, a marca apresentou a Triumph Scrambler, equipada com motor de 865 cc.

 

A novíssima Triumph Street Scrambler, desenvolvida a partir do bem-sucedido modelo Street Twin, chega ao mercado brasileiro como uma nova opção de motocicleta clássica dentro da família Bonneville. Com motor de 900 cc, a Street Scrambler é uma motocicleta divertida, acessível, contemporânea e que incorpora uma significativa evolução em engenharia e estilo em relação à Triumph Scrambler anterior – que não chegou a ser lançada no Brasil. O novo modelo foi desenvolvido para apresentar o mais belo e objetivo estilo Scrambler, com recursos e detalhes exclusivos, estilo mais rústico e foco no off-road.

Alberto Cesar Otazú quer a terceira vitória na temporada - Foto: Pedro Bragança

Alberto Cesar Otazú quer a terceira vitória na temporada – Foto: Pedro Bragança

 

Maior vencedor da temporada, com duas vitórias em cinco etapas realizadas, Alberto Cesar Otazú (Braspress/Pilotech/Alpie Escola de Pilotagem/HTPro Nutrition) quer retomar a liderança da Taça Amika Ayrton Senna, que terá a sua sexta etapa nesta quinta-feira (22), no Kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos, na zona sul de São Paulo. E desta vez enfrentará um desafio diferente, pois a prova terá uma hora de duração.

 

“Como eu tenho uma participação a menos no campeonato, a minha alternativa para continuar na briga pelo título é vencer novamente. Não será fácil, mas como esta etapa será longa, com uma hora de duração, acredito que o meu preparo físico poderá ser uma vantagem competitiva”, assume Alberto Cesar Otazú, que é treinado pela clínica Pilotech, comandada pelo experiente José Rubens D’Elia, e tem suplementação alimentar da HTPro Nutrition.

 

André Mansano (E) e Alberto Cesar Otazú (D) são os líderes da Taça Ayrton Senna - Divulgação

André Mansano (E) e Alberto Cesar Otazú (D) são os líderes da Taça Ayrton Senna – Divulgação

 

A abertura do certame foi vencida por Cayto Grotkowsky. A segunda e terceira etapas foram realizadas no mesmo dia, com Alberto Otazú vencendo a primeira prova, e André Mansano levando a segunda corrida, que teve grid totalmente invertido. A quarta etapa mostrou outra vitória de Alberto Cesar, enquanto que a última prova disputada apresentou Eric Baraveli como o quarto vencedor da temporada. A liderança da Taça Ayrton Senna de Kart é do experiente André Mansano, com 91 pontos, apenas um de vantagem sobre Alberto Cesar Otazú, 90. Eric Baraveli vem em terceiro, com 88, seguido de Cayto Grotkowsky, com 87 pontos.

 

“Neste campeonato tem pelo menos dez pilotos em condições de vencer. E a alternância de vencedores, pole positions e detentores de voltas mais rápidas deixaram o campeonato extremamente equilibrado. No entanto, estou muito confiante em desequilibrar esta disputa e assumir a liderança que já foi minha. Creio que a minha regularidade e constância nas voltas poderá fazer a diferença”, acredita o caçula do certame, com apenas 16 anos de idade.

 

Confira a classificação dos dez primeiros (com dois descartes) da Taça Ayrton Senna da AMIKA após cinco etapas:

1) André Mansano, 91

2) Alberto Cesar Otazú, 90

3) Eric Baraveli, 88

4) Cayto Grotkowsky, 87

5) Rodrigo Borotto, 85

6) Alfredo Salvaia, 83

7) Akira Eguti, 79

8) Guilherme Lima, 71

9) Miguel Cappuccio e Peter Jankowski, 70

Fonte: Organização

Constellation 25.420 V-Tronic, agora disponível para leasing operacional - Divulgação

Constellation 25.420 V-Tronic, agora disponível para leasing operacional – Divulgação

 

O mercado pediu e a MAN Latin America atendeu: o leasing operacional já está disponível para os caminhões Volkswagen, com o ingresso do Constellation 25.420 V-Tronic ao portfólio. Pioneira na oferta de caminhões por meio de leasing operacional, com os extrapesados MAN TGX, a MAN Latin America oferece a modalidade para o cavalo mecânico já a partir deste mês.

 

Criado em parceria com o Banco Volkswagen, o leasing operacional oferece inúmeras vantagens: parcelas mensais fixas até 30% inferiores às do Finame e sem entrada, além de prestações mensais sem correção até o fim do contrato, com duração de 36, 48 e 60 meses de acordo com a necessidade do cliente. Após esse período o cliente não precisa se preocupar com a revenda do usado, já que pode financiar o veículo pelo valor de mercado ou devolvê-lo e contratar um novo leasing. Dessa forma ele pode sempre operar com caminhões novos, melhorando a disponibilidade da frota e os custos operacionais. Trata-se de uma solução completa, que não gera preocupações nem surpresas.

 

“Após o sucesso do leasing operacional para a linha MAN, ampliamos nosso portfólio para oferecer ao cliente VW uma ferramenta moderna e inovadora de investir em seus negócios, que traz não apenas uma nova experiência no modo de financiar seu caminhão como cuidar de sua manutenção e serviços”, afirma Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da MAN Latin America.

 

A mensalidade do leasing operacional é considerada como uma despesa de aluguel pelo cliente e o caminhão não faz parte dos seus ativos. Ou seja, a operação não impacta sobre os seus índices financeiros. Além disso, as companhias que operam com regime de lucro real, sobre o qual incide o imposto de renda, podem utilizar o valor integral da parcela para deduzir a base do PIS/COFINS.

 

O leasing operacional está disponível também para os modelos MAN TGX 28.440, TGX 29.440 e TGX 29.480. E no pagamento mensal estão inclusas, ainda, a manutenção completa – corretiva e preventiva -, e os custos com documentação, emplacamento e IPVA.

 

Divulgação

Divulgação

VW Constellation 25.420 V-Tronic – O cavalo mecânico Constellation 25.420 V-Tronic, com tração 6×2, é destinado ao transporte de cargas em aplicações rodoviárias utilizando semirreboques de até três eixos espaçados, com PBTC até 53 toneladas.

 

Equipado com a exclusiva transmissão automatizada V-Tronic de série, que combina o baixo custo de manutenção de uma caixa de câmbio manual, com a facilidade da mudança automática de marchas, proporcionando conforto, maior produtividade do motorista e economia na operação. Seu motor é o Cummins ISL 9 litros de 420 cavalos de potência e torque máximo de 1.850 Nm.