Em parceria com o Jardim Botânico, a Brasil Cycle Fair sediará a última etapa da Copa Internacional de Mountain Bike - Divulgação

Em parceria com o Jardim Botânico, a Brasil Cycle Fair sediará a última etapa da Copa Internacional de Mountain Bike – Divulgação

 

Atividades esportivas para os amantes de bicicleta chegam ao centro de exposição São Paulo Expo, zona sul de São Paulo, entre os dias 22 e 24 de setembro. Em parceria com o Jardim Botânico, a Brasil Cycle Fair irá sediar a última etapa da Copa Internacional de Mountain Bike. É a primeira vez que este campeonato será realizado na capital paulista. A prova reúne mais de 1600 atletas, de diferentes estados, para disputa em uma pista de aproximadamente 5,5 km. Em paralelo, também acontecerá o campeonato de BMX Super Spine, de manobras radicais em pistas de skate. Este campeonato rodou por diferentes estados brasileiros em 2016 e impactou mais de 500 mil pessoas.

 

Test-rides urbanos e de mountain bike também estão na programação de atividades. Os visitantes poderão escolher entre 150 bicicletas o modelo que mais lhe agradar. O percurso de teste terá quase dois quilômetros e, parte dele, acontecerá dentro da mata do Jardim Botânico. Crianças, a partir de dois anos, também podem fazer parte desta experiência e terão um espaço reservado para atividades infantis. Segundo João Picolo, diretor geral da NürnbergMesse Brasil, organizadora da Brasil Cycle Fair, “o evento é a oportunidade de os visitantes conhecerem o vasto universo do mercado de bicicletas”.

 

Negócios – Além do festival e das áreas comuns para os amantes de bike, a Brasil Cycle Fair também possui espaços distintos para geração de negócios. A feira já acontece há mais de cinco anos e, em 2017, pela primeira vez, terá um espaço aberto e repleto de atividades para o público geral. Marcas como Specialized, Audax, Treck, Scott e Groove estão com a presença confirmada. Os anos anteriores tiveram visitação de 15 mil pessoas. Para 2017, a expectativa é superar este número. O intuito é impulsionar a produção do setor e expandir a cultura da bicicleta. O Brasil é um dos maiores produtores de bikes do mundo e, atualmente, há cerca de 70 milhões delas espalhadas pelas residências brasileiras.

 

A sustentabilidade e consciência ambiental estão em pauta em diferentes setores e, neste segmento, é ainda mais forte. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a bicicleta é o meio de transporte ecologicamente mais sustentável do planeta, favorecendo ainda mais a fomentação do mercado. A cidade de São Paulo começou a adaptar-se a este novo universo. Hoje em dia, a capital paulista possui 460 km de ciclovias. A meta para 2030 é de alcançar 1.700 km. Por isto, o evento trará palestras sobre os temas atuais e relevantes para deixar os participantes atualizados.