Skip to content

RICARDO RIBAS

Jornalismo feito por jornalista

Archive

Archive for agosto, 2016
Já estão no mercado as cerveja da Maniacs Brewing Co. em latas e em barris de chopp - Divulgação

Já estão no mercado as cerveja da Maniacs Brewing Co. em latas e em barris de chopp – Divulgação

 

Os dois primeiros rótulos da Maniacs Brewing Co. chegam em setembro ao mercado brasileiro. As cervejas estarão presentes em mais de 3 mil pontos de venda, entre bares, restaurantes e supermercados. A primeira produção é de 50 mil litros, e o objetivo da cervejaria para o primeiro ano é ultrapassar um milhão de litros vendidos.

 

A Maniacs Pilsen, equilibrada e leve, segue a linha das Pilsens alemãs, tem amargor suave e aromas florais dos lúpulos alemães selecionados pela cervejaria. De coloração dourada clara e 4,5% abv é a cerveja ideal para o clima brasileiro.

 

A Maniacs IPA, mais ousada no perfil de aroma e amargor, segue a escola das cervejarias artesanais americanas. Com maior carga de lúpulos, a cerveja tem aromas frutados e amargor marcante. Cor dourada, 4,7% abv e final seco, é uma das cervejas mais vendidas da marca em sua versão chopp já comercializada em Curitiba.

 

As garrafas de 300 ml chegam ao consumidor com preço de entrada de R$6,90 em supermercados e R$9,90 em bares e restaurantes. Outra excelente novidade é que o lançamento contará também com latas da Maniacs de 350 ml, ao mesmo posicionamento de preço de R$6,90. Completa a linha de embalagens as garrafas de 600 ml e as versões de chopp Maniacs, incluindo barris descartáveis que abastecerão os bons bares cervejeiros de todo Brasil.

 

Maniacs Brewing Co. é uma opção a mais para apreciadores de cervejas com sabor diferenciado - Divulgação

Maniacs, uma opção a mais no mercado – Divulgação

Posicionamento – Apostando em cervejas ousadas, com paladar marcante, a marca foge do lugar-comum das cervejas de massa, porém, investe em cervejas com alta drinkability. Você vai querer dar mais um gole, aposta Iron Mendes, CEO da Maniacs Brewing. “A Maniacs Pilsen e a Maniacs IPA refletem nossa paixão pela cerveja artesanal, e nossa preferência por bebidas com personalidade, porém, fáceis de beber. Este é só o começo. Em breve, lançaremos a Summer Ale e também nossa interpretação das cervejas de trigo”, antecipa.

 

A criatividade da equipe e a ousadia da marca são os pontos-chave no posicionamento da Maniacs Brewing Co., que se manifestam na seleção cuidadosa dos ingredientes, nas várias versões de embalagens lançadas simultaneamente, na criação de cervejas sazonais, no investimento na fábrica, no delivery de chopps, na equipe altamente especializada e apaixonada por cerveja, entre outras as estratégias que a marca trabalha para fazer barulho no mercado brasileiro.

 

“São cervejas feitas por Loucos por Cerveja e para Loucos por Cerveja! Nossa batalha diária é apresentar um excelente produto com preços competitivos. Nossos consumidores se importam com a qualidade do que comem e bebem e queremos entregar-lhes o melhor”, resume Mendes.

Volvo Retail Experience é conceito global da marca que oferece uma experiência inovadora de estrutura da loja - Divulgação

Volvo Retail Experience é conceito global da marca que oferece uma experiência inovadora de estrutura da loja – Divulgação

 

Firme no propósito de adequar toda a rede de concessionárias no Brasil até 2018 ao novo padrão visual da companhia – denominado Volvo Retail Experience (VRE), conceito global da marca que oferece uma experiência inovadora de estrutura da loja, oficinas e relacionamento com o cliente – a Volvo Cars acaba de inaugurar o novo showroom da Intercar em um dos endereços mais badalados da capital paulista, na Av. Europa, nº 862, Jardim Europa.

 

A iniciativa reforça a presença da companhia em São Paulo. Trata-se da segunda revenda na cidade concebida no formato VRE, que oferece aos consumidores uma experiência moderna, sofisticada e intimista por meio de uma completa reformulação visual. A nova fachada possui uma combinação elegante de vidro transparente e translúcido que valoriza o showroom e o interior aconchegante. 

 

Por dentro, a experiência escandinava não fica apenas reservada aos carros: todo o mobiliário foi importado da Suécia para garantir os padrões globais da nova proposta de luxo da Volvo Cars. As peças combinam funcionalidade e o estilo do design escandinavo com criatividade e conforto.

 

Mobiliário foi importado da Suécia para garantir os padrões globais da nova proposta de luxo da Volvo Cars - Divulgação

Mobiliário foi importado da Suécia para garantir os padrões globais da nova proposta de luxo da Volvo Cars – Divulgação

 

A Intercar possui uma área de 720 m², sendo que o showroom conta com 250 m². “É com muita satisfação e orgulho que passamos a operar dentro dos padrões mundiais da Volvo em nossa loja já existente na Av. Europa. Com ela, imprimimos um gostinho da Suécia no endereço mais glamoroso de São Paulo, o que também nos ajudará a reforçar os nossos negócios”, afirma o sócio-diretor César Franco.

 

Para o diretor comercial da Volvo Cars, João Oliveira, “a nova unidade cria um ambiente que permite ao consumidor mais do que ter contato, experimentar os valores suecos ligados à Volvo, sempre com a sensação de estar na sua sala de estar enquanto compra um carro”. Desta forma, a marca melhora ainda mais a percepção de exclusividade do cliente, que terá a sensação de entrar em uma revenda no país como em qualquer outra unidade no mundo. O novo padrão global já foi adotado em nove concessionárias pelo Brasil. Atualmente, a Volvo Cars conta com 27 revendas em território nacional.

 

A Intercar é administrada pelo Grupo Itavema, que iniciou suas atividades no Rio de Janeiro em 1959. Atualmente atua em vários segmentos do mercado, como logística, indústria de plástico, indústria de motos e no ramo automobilístico, representando 16 marcas em 63 lojas localizadas em São Paulo, Rio de Janeiro e na região Nordeste.

A Cabify disputa mercado com o Über - Reprodução

A Cabify disputa mercado com o Über – Reprodução

A Cabify, empresa mundial de soluções de mobilidade urbana inteligentes, segue seu plano de expansão no Brasil com o objetivo de se tornar líder de mercado e já trabalha para estabelecer sua operação em Porto Alegre e Belo Horizonte. Depois do sucesso em São Paulo, que já conta com 25 mil motoristas cadastrados no site para se tornarem parceiros, e cinco mil no Rio de Janeiro, a empresa está com o processo de cadastramento e recrutamento de motoristas abertos nas duas cidades. A empresa visa agregar o melhor do transporte profissional com a conexão entre passageiros e motoristas particulares por meio de smartphones e site. A empresa inicia operação nas duas cidades oferecendo o Cabify Lite, modalidade que abriga veículos comuns e conta com equipe regional em cada uma das praças.

 

“Nosso plano de expansão no Brasil é bastante agressivo. Iniciamos a nossa operação em São Paulo em junho e no Rio de Janeiro no início de agosto e estamos recebendo parceiros agora em Porto Alegre e Belo Horizonte. Devemos iniciar a operação nas duas cidades agora em setembro”, afirma Daniel Velazco-Bedoya, Chefe de Operações da Cabify no Brasil.

 

Assim como na Capital Paulista e no Rio de Janeiro, o serviço da Cabify poderá ser utilizado em Belo Horizonte e Porto Alegre tanto pelo aplicativo, que já está disponível nas versões iOS e Android, como diretamente pelo site. A Cabify busca solucionar as necessidades da demanda das grandes cidades com uma ampla gama de opções de frota, composta por carros comuns, executivos, minivans de luxo e transporte privado aéreo. Esses diferenciais fazem da plataforma uma opção com muitos benefícios por um investimento justo.

 

“Nossa premissa é prestar um serviço e fazer um atendimento da mais alta qualidade e sabemos que o bom relacionamento com os nossos parceiros é essencial para que a relação entre motorista e passageiro funcione de forma eficiente. É exatamente por isso que um dos nossos diferenciais é baseado em valores fixos para o cálculo dos custos das viagens, o que torna ainda mais favorável o uso da nossa plataforma tanto para o motorista, quanto para o usuário”, ressalta Bedoya. “A regulamentação desse serviço é outro ponto importante para a Cabify, portanto, no processo de abertura de novas praças, fazemos questão de manter um relacionamento próximo com as autoridades locais para dialogar e entender qual a melhor forma de operação em cada uma das cidades”, completa o executivo.

 

A empresa tem a segurança de que a sua proposta de valor, além das diversas categorias de transporte que oferece, conseguirá apoiar a mudança cultural do Brasil no que diz respeito à diminuição do uso de carros particulares. Redução que favorece diretamente a melhoria da mobilidade nas cidades e na qualidade de vida das pessoas que transitam por elas. A Cabify tem criado oportunidades para geração de novas alternativas de renda para a população, tanto que já iniciou o processo de cadastro de novos parceiros. Os motorista interessados devem acessar a página da Cabify.

Aposta da Triumph no segmento das clássicas é baseada nas vendas - Divulgação

Aposta da Triumph no segmento das clássicas é baseada nas vendas – Divulgação

 

A Triumph está apostando para valer no segmento de motocicletas clássicas. Esta estratégia inclui a modernização e a ampliação significativa da sua linha de modelos a partir deste ano, a criação de um curso específico para se relacionar de maneira mais próxima com os clientes do segmento e também o lançamento, em breve, de uma nova linha de roupas e acessórios pessoais voltados para os usuários deste tipo de motocicleta. Com isso, a fabricante inglesa planeja aumentar sensivelmente suas vendas no segmento. No ano passado a Triumph comercializou 398 unidades no varejo entre os modelos Bonneville T100 e Thruxton. Este volume representou 10% do total das vendas da marca no mercado brasileiro no período.

 

Em 2016, já foram vendidas 235 unidades entre os modelos antigos e a novíssima Street Twin, que chegou às lojas em abril. Até dezembro, a expectativa da marca é comercializar mais 160 unidades da Street Twin e outras 140 motocicletas de três novos modelos que serão lançados em setembro: Bonneville T120, Bonneville T120 Black e Thruxton R. Portanto, a meta é fechar 2016 com 535 motocicletas clássicas vendidas no Brasil – um crescimento de 34,4% sobre o ano passado. Este volume representará 13% das vendas da marca no ano. Street Twin, Bonneville T120, Bonneville T120 Black e Thruxton R fazem parte da nova família Bonneville, apresentada globalmente no final do ano passado, em Londres, na Inglaterra. A partir de 2017, com a linha disponível o ano todo nas lojas, a meta da Triumph é comercializar em torno de 1.000 motocicletas, indicando um aumento de 150% sobre o volume do ano passado e representando cerca de 25% do total de motocicletas vendidas pela empresa no Brasil. “É uma previsão ousada, mas que estamos trabalhando  fortemente para atingir”, afirma Fábio Lima, gerente de Vendas da Triumph.

 

Para entender ainda melhor este segmento e o seu público, a Triumph lançou neste ano o curso Café Racer, que integra as atividades desenvolvidas ao longo do ano pelo Triumph Riding Experience (TRX), programa de relacionamento da marca com seu público. “É um curso inédito no Brasil. Além de darmos dicas de como pilotar este tipo de moto, simulando principalmente situações urbanas rotineiras, também estamos tentando conhecer melhor o perfil deste cliente”, explica Pablo Berardi, instrutor-chefe e responsável pelo programa.

Salgadinho desidratado por liofilização mantém característica dos ingredientes - Divulgação

Salgadinho desidratado por liofilização mantém característica dos ingredientes – Divulgação

 

Alimentação saudável. É nesse segmento que a Qpod apresenta o seu mais novo produto, que, segundo a empresa, oferece os benefícios do frango e da batata doce em um salgadinho crocante e sem nenhuma fritura. Para isso, a empresa utiliza a liofilização, a mesma técnica utilizada na comida dos astronautas, e assim preservar todos os nutrientes, sabor e aparência dos alimentos in natura. Com essa é a promessa da Qpod está lançando uma linha inovadora de snacks saudáveis, voltados para quem deseja uma alimentação equilibrada mesmo em rotinas agitadas. Os chips da marca, como diz o slogan, Contém tudo Qpod: são feitos com poucos ingredientes e sem conservantes, sem glúten, corantes ou aditivos.

 

A crocância e a manutenção dos nutrientes são garantidas pelo processo de liofilização, a mesma desidratação utilizada na comida dos astronautas. O alimento é cozido, em seguida congelado e, através de pressão, uma máquina remove todo o seu líquido. As partículas de gelo passam do estado sólido direto para o gasoso, técnica que preserva, além do valor nutricional, o sabor e a aparência dos alimentos in natura.

 

Sabores – Os produtos da linha se dividem em três frentes: os chips de batata doce, os snacks de frango com batata doce e os chips de coco. Nos sabores lemon pepper e tomate com ervas, os chips de batata doce são ricos em fibras e vitaminas, por isso são ideais para a dieta dos praticantes de esporte e para dar saciedade. O snack de frango com batata doce apresenta um grande diferencial: é o primeiro salgadinho com pedaços de frango de verdade. É uma opção saudável de refeição pré-treino ou pós-treino, pois contém 15g de proteína do frango, além do carboidrato de baixo índice glicêmico da batata. Pode ser consumido como snack crocante ou purê – nesse caso, basta adicionar água quente e mexer. A linha doce também traz petiscos leves, com vitaminas e baixo índice glicêmico. Feitos com o próprio açúcar do coco e disponíveis nos sabores natural e chocolate, os chips de coco do Vietnã são assados, crocantes e douradinhos.

 

Praticidade – Para atender a demanda de quem passa muito tempo fora de casa, pratica exercícios físicos e busca uma vida mais saudável, a Qpod oferece embalagens de 30 a 40 gramas, tamanhos ideais para lanches práticos. A linha de snacks da Qpod poderá ser encontrada em breve no e-commerce MultiProteínas, na própria loja virtual da marca e nos pontos de venda disponíveis no site.

Veículo híbrido é capaz de coletar simultaneamente o óleo lubrificante usado e contaminado, entre outros - Divulgação

Veículo híbrido é capaz de coletar simultaneamente o óleo lubrificante usado e contaminado, entre outros – Divulgação

 

Diversos setores da economia vêm buscando se adequar às exigências ditadas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída pela Lei nº 12.305/2010, que regulamenta a indústria como principal responsável em recolher as embalagens e resíduos contaminados com seus produtos no meio ambiente. O plano contém instrumentos importantes que permitem avanço no enfrentamento dos principais problemas ambientais, sociais e econômicos decorrentes do manejo inadequado desse material descartado, impondo a logística reversa desses produtos como solução para o problema.

 

No Estado de São Paulo, dono da maior população (aproximadamente 44 milhões de habitantes), e principal polo econômico/industrial brasileiro, cerca de 60 mil toneladas de resíduos sólidos são coletadas por dia, segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza (Abrelpe). Baseada nesses números alarmantes, a Lubrificantes Fenix, empresa especializada no rerrefino de óleo industrial e automotivo localizada em Paulínia-SP, desenvolveu um veículo híbrido, capaz de coletar simultaneamente o óleo lubrificante usado e contaminado (OLUC) e todos os resíduos sólidos envolvidos no processo, como embalagens plásticas, EPI’s, papéis, filtros de óleo, plásticos, lonas de filtração, filtros de cartucho, madeira, algodão, frascos de vidro, mangueiras e mangotes.

 

“Com essa solução, exclusiva da Lubrificantes Fenix, conseguimos efetuar a coleta dos resíduos, melhorar a fluidez do tráfego nas cidades e também diminuir a emissão de gás carbônico para a atmosfera, pois no lugar de dois veículos rodando e emitindo poluentes, temos apenas um. Além disso, nossos caminhões da Ecofenix, marca registrada da Lubrificantes Fenix, atuam em todo o território nacional, recolhendo mais de 360 toneladas de lixo industrial por ano”, afirma Rogério Zolim, gestor de Logística da empresa.

 

“Temos a logística reversa do óleo lubrificante usado no Brasil, como um importante instrumento de desenvolvimento econômico para o país, pois dessa maneira é possível retornar com o lubrificante pós-consumo ao início da cadeia produtiva, por meio do processo de rerrefino, evitando assim grandes contaminações ao meio ambiente”, finaliza Rogério Zolim.

BRF padronizou o serviço, mantendo hábitos regionais - Divulgação

BRF padronizou o serviço, mantendo hábitos regionais – Divulgação

 

A LC Restaurantes, especialista em refeições coletivas, inaugurou mais dois projetos para o Grupo BRF, detentor das marcas Sadia, Perdigão e Qualy. Um dos projetos da LC para o Grupo foi em Jataí, sendo o outro em Mineiros, ambos em Goiás. Para os cerca de dois mil colaboradores que a LC atenderá por dia nas duas unidades, serão oferecidas a linha tradicional e, como novidade, o serviço Sabor Saúde (com preparações balanceadas, de baixa caloria, servidas diariamente).

 

Com estes dois novos restaurantes, a LC contabiliza quatro projetos realizados para a BRF, criada em 2009, a partir da associação entre a Sadia e a Perdigão. Após o processo de fusão, finalizado em 2012, a empresa tornou-se uma das gigantes do mercado alimentício mundial. Hoje, a BRF é uma das principais exportadoras de proteína animal do planeta, com alimentos que chegam a mais de 120 países.

 

Os outros projetos da LC para a BRF foram implantados no início deste ano, em Jundiaí, interior de São Paulo, no Centro de Distribuição (CD) e para o BRF Innovation Center (BIC), complexo que abriga a Diretoria de P&D e Qualidade, responsável pela pesquisa e desenvolvimento de produtos cárneos, massas, margarinas, vegetais e embalagem, bem como pelo Sistema da Qualidade BRF. Segundo Simone do Rocio, gerente de Novos Negócios da LC Restaurantes, a BRF está realizando um importante trabalho de padronização dos serviços de alimentação em todas as unidades, porém, mantendo hábitos regionais. “Desta forma, entramos com o novo escopo de serviços especializados da LC”.

 

Em Minas Gerais, a LC se atentou às necessidades e oportunidades do município de Extrema, onde a empresa firmou contrato com o Grupo SBF (detentor das marcas Centauro, Centauro.com e ByTennis), FagorEderlan Brasileira, Dello, Forceline, Indústria Metalúrgica Frum e o Grupo Biolab Farmacêutica/Avert Laboratórios. Só em Extrema, os projetos têm gerado um faturamento anual em torno de R$ 9,5 milhões.

 

LC atenderá por dia nas duas unidades da BRF, com pratos da linha tradicional e, como novidade, o serviço Sabor Saúde - Divulgação

LC atenderá por dia nas duas unidades da BRF, com pratos da linha tradicional e serviço Sabor Saúde – Divulgação

 

Neste ano, a LC foi escolhida para prestar os serviços de alimentação na empresa de logística DHL, nas cidades de Itatiaia e Queimados, no Rio de Janeiro. Também passou a atender a envazadora e distribuidora de gás, Nacional Gás, localizada em Duque de Caxias, município do Rio de Janeiro. “Explorar culturas, demandas e peculiaridades de diferentes regiões do Brasil nos fez perceber que a personalização dos serviços é fundamental. Trabalhamos com processos padronizados, mas as refeições e o atendimento precisam ser de acordo com os hábitos e as tradições de cada local. Esta tem sido uma estratégia certeira para atingirmos a meta de atuar em todo território nacional”, afirma Dâmaris de Luca, Diretora de Novos Negócios da LC Restaurantes.

 

Para estes projetos mencionados, a LC investiu R$ 1 milhão só em processos e sistemas, além de treinamentos (cerca de R$ 230 mil) e consultoria (R$ 200 mil). Com 3.000 colaboradores, 250 Unidades Operacionais e servindo 125.000 refeições por dia, a empresa fatura cerca de R$ 300 milhões por ano, e espera que a expansão pelo País represente um crescimento de 30% em sua receita.

Parceria com o SENAI proporcionou à Triumph a criação de programa de cursos sob medida e de qualidade para atender a rede - Divulgação

Parceria SENAI-Triumph permite criação de programa de cursos sob medida e de qualidade para atender a rede – Divulgação

 

A Triumph já investiu cerca de R$ 500 mil, desde 2014, em sua bem-sucedida parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), com o objetivo de aprimorar e ampliar cada vez mais o treinamento técnico oferecido aos profissionais que atuam nas suas 14 concessionárias. Entre mecânicos, chefes de oficina, consultores de serviço e gestores de pós-venda, cerca de 140 especialistas já passaram por treinamentos desenvolvidos pela Triumph com apoio do SENAI neste período, sempre buscando aprimorar nestes profissionais os conhecimentos sobre os produtos da marca inglesa.

 

“Optamos por esta parceria com o SENAI devido à necessidade de criarmos um programa de cursos sob medida e de qualidade para atender a nossa rede. Nos diversos treinamentos disponíveis neste período, buscamos desenvolver as competências técnicas e comportamentais dos profissionais, proporcionando um conhecimento sólido sobre a marca”, explica Waldyr Ferreira, gerente geral da Triumph, que visitou semana passada a sede do Senai, em São Paulo (SP), acompanhado de Cláudio Peruche, gerente de Pós-Vendas da marca.

 

Os treinamentos para os funcionários da Triumph são realizados na Escola SENAI Conde José Vicente de Azevedo, unidade instalada no bairro do Ipiranga, em São Paulo (SP). Um dos pontos que pesou para a marca estabelecer a parceria com o SENAI foi sua grande experiência técnica neste setor e também o ambiente altamente pedagógico da escola. “Para nossa unidade, o relacionamento estabelecido entre o SENAI-SP e a Triumph possibilita uma grande oportunidade de transferência de tecnologia e possibilita o aprimoramento das ações pedagógicas para os nossos docentes e alunos dos cursos de aprendizagem industrial, cursos técnicos e curso superior, para que sejam estimulados a buscar as constantes atualizações tecnológicas do mercado, garantindo assim a melhoria contínua no processo ensino-aprendizagem”, explica Fábio Rocha da Silveira, diretor da escola.