Skip to content

RICARDO RIBAS

Jornalismo feito por jornalista

Archive

Archive for março, 2016
ASX Outdoor tem as vantangens de um SUV com o conforto de um carro de passeio - Tom Papp

ASX Outdoor tem as vantangens de um SUV com o conforto de um carro de passeio – Tom Papp

 

O ASX Outdoor acaba de ganhar uma nova versão para quem curte o espírito aventureiro. Com tração 4×2, o modelo de design arrojado encara com facilidade o rali das grandes cidades, com conforto e segurança para toda a família. O visual chama a atenção. Os faróis têm máscara negra e os para-choques são em cinza grafite, reforçando o aspecto Outdoor. As rodas são feitas em alumínio, pintadas na cor grafite e equipadas com pneus ATR 17″ (255/60R 17), que também ajudam a encarar aventuras no fora de estrada.

 

O DNA de aventura está presente em todos os detalhes - Tom Papp

O DNA de aventura está presente em todos os detalhes – Tom Papp

Compacto, mas com entre-eixos longo, o ASX Outdoor traz todas as vantagens de um SUV com o conforto de um carro de passeio. A posição de dirigir elevada agrada na condução e a estrutura Ring Type de alta rigidez proporciona ainda mais comodidade. O DNA de aventura está presente em todos os detalhes. São diversos itens na cor cinza grafite, como a grade dianteira, moldura do farol de neblina, maçaneta das portas, acabamento dos retrovisores externos e as molduras das caixas de roda. Para dar um destaque ainda maior no visual, a parte inferior central dos para-choques dianteiro e traseiro é pintada na cor preta.

 

Nas laterais, os extratores de ar também são em cinza grafite e recebem a luz indicadora de direção integrada. O rack de teto foi desenvolvido especialmente para o ASX Outdoor, e garante um visual ainda mais robusto. As lanternas em Led têm acabamento fumê e o veículo ainda vem com dois ganchos na parte traseira.

 

Interior prático e espaçoso - Sérgio Chvaicer

Interior prático e espaçoso – Sérgio Chvaicer

 

O interior é espaçoso e confortável, graças ao novo acabamento dos bancos e ao sistema multimídia, que tem moldura em Black Piano e é equipado com DVD, MP3 Player, rádio AM/FM, bluetooth com áudio streaming, além de entrada USB e auxiliar. A parte central do painel de instrumentos e detalhes do console também recebem acabamento na cor cinza grafite.

 

O ASX Outdoor é equipado com o motor 2.0L de 4 cilindros e 16 válvulas, com comando variável MIVEC, e 160 CV. O conjunto tem cabeçote e bloco feitos em alumínio ultraleve. O câmbio automático CVT tem seis marchas pré-programadas e os paddle shifters facilitam para uma condução ainda mais esportiva, já que é possível trocar as marchas manualmente.

 

O ASX Outdoor também está disponível com a configuração 4×4 e câmbio manual de cinco marchas. Nesta versão, o veículo é equipado com controle de tração e estabilidade (ASC e TCL), que mantém o veículo na trajetória correta, evitando o escorregamento lateral e atuando em conjunto com o motor e sistema de freios. Além disso, possui o assistente de subidas, Hill Start Assist (HSA), que impede que o veículo ande para trás ou para frente em partidas em rampa, freando automaticamente as rodas e facilitando as manobras. Confira mais sobre a versão 4×4:

 [video] www.youtube.com/watch?v=ke0HFwhOb9k[/video]

 

Conforto e praticidade – Compacto por fora e espaçoso por dentro. O ASX Outdoor conta com espaço suficiente para passageiros e bagagem. O seu comprimento reduzido, somado ao amplo entre-eixos, de 2,67 metros, garante um maior espaço interno e muito mais conforto. O porta-malas possui piso rebaixado, que facilita na hora de colocar e retirar as bagagens. E ainda há um espaço abaixo do piso, que não fica visível, para armazenar pequenos objetos. Ao todo, são 605 litros de capacidade. O veículo tem ângulo de entrada de 23º, de saída de 35º e 215 mm de altura livre do solo.

 

Faróis com máscara negra - Tom Papp

Faróis com máscara negra – Tom Papp

Os bancos traseiros têm apoios de cabeça individuais e podem ser rebatidos parcialmente ou totalmente. A parte central conta com apoio de braço e abertura pass through, com fácil acesso ao porta-malas. Ao todo, nove luzes de cortesia estão distribuídas no interior do ASX, que traz ainda três porta-mapas e seis ganchos para carga.

 

Segurança – Um dos destaques está na segurança. O veículo traz a tecnologia para proteção de pedestres, com para-lamas dianteiros em material plástico (Noryl) que ajuda reduzir o efeito de eventuais impactos. A estrutura é projetada sob o conceito RISE de deformação controlada e a coluna de direção e pedais de freio são colapsáveis. São dois airbags, cintos de segurança dianteiros com limitador de força e assentos e encosto de cabeça protegidos do efeito “chicote”.

 

Versão Outdoor traz detalhes exclusivos - Tom Papp

Versão Outdoor traz detalhes exclusivos – Tom Papp

O ASX Outdoor é equipado com sistema de freios ABS com EBD (Electronic Brake-force Distribution), que garante uma perfeita distribuição de força de frenagem entre as rodas dianteiras e traseiras, em todas as situações. Alinhado a este conjunto estão a suspensão dianteira independente McPherson, molas helicoidais, barras estabilizadoras e suspensão traseira Multilink, que garantem ao condutor maior controle do veículo, além de uma condução suave em terrenos irregulares.

 

Cores – O ASX Outdoor está disponível nas concessionárias de todo o Brasil em sete cores: Branco Alpino, Prata Cool, Prata Rhodium, Preto Ônix, Vermelho Mônaco, Laranja Sunshine e Verde Floresta. O veículo tem três anos de garantia e a MitRevisão com preço fixo.

 

Valor – R$ 107.990,00

A frota de carros elétricos dobrou em dois anos - Divulgação

A frota de carros elétricos dobrou em dois anos – Divulgação

 

A AZ Energy, empresa especializada em inteligência energética, em parceria com a Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação, acaba de inaugurar um Eletroposto no novo Centro de Treinamento da Neosolar Energia. O local recebeu um moderno carregador de carro elétrico EVLINK, da Schneider. A iniciativa celebra uma parceria entre as três empresas em iniciativas que apoiam a transição para uma economia de baixo carbono, um dos principais pilares da Sustentabilidade. “O principal objetivo é disponibilizar mais uma alternativa para recarga de carros elétricos e híbridos em espaço público na cidade de São Paulo, estrategicamente localizado na região do Paraíso, próximo à Avenida 23 de Maio”, afirma Fabiana Galvão, especialista em sustentabilidade da Schneider.

 

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a frota de carros elétricos no Brasil dobrou nos últimos dois anos. Em 2013, eram 2,2 mil unidades; agora são 4,7 mil, já levando em conta as vendas até 31 de julho de 2015. “O custo do abastecimento do carro elétrico é bem inferior, além de ser uma opção totalmente sustentável, que reduz a poluição sonora e do ar”, afirma Junior Miranda, diretor da AZ Energy. Ele admite que a redução de impostos para veículos elétricos, anunciada pelo governo no final do ano passado, será essencial para elevar consideravelmente os números do setor ainda em 2016.

 

No final de 2014, a Schneider inaugurou sua primeira estação de recarga pública no Shopping Pátio Paulista, na região central de São Paulo. A empresa conta também com um carregador no estacionamento de sua sede, em Santo Amaro. “Nosso objetivo é apoiar a criação de uma infraestrutura eficiente de abastecimento de carro elétrico, capaz de impulsionar esse mercado no Brasil”, afirma Fabiana.

 

O grande diferencial do carregador EVLINK instalado na Neosolar é que a tecnologia será abastecida a partir de energia solar. “A energia solar é uma fonte limpa e renovável que tem inúmeras vantagens se comparada com as outras fontes de energia. Nossa intenção é que todos os proprietários de carros elétricos e híbridos tenham em suas residências um sistema de energia solar para abastecer não só o veículo, mas toda a sua residência”, afirma Pedro Pintao, proprietário da Neosolar.

 

Qualquer pessoa pode abastecer seu carro elétrico ou híbrido na Neosolar, sem custo algum, durante o horário de funcionamento da empresa, de segunda-feira a sexta-feira das 9h às 18h, na Rua Coronel Paulino Carlos, 176 – Paraíso. O EVLINK carrega até dois veículos ao mesmo tempo e leva cerca de uma hora e meia para completar a carga. A utilização é simples: o usuário estaciona o veículo no espaço dedicado à recarga elétrica, conecta o cabo no carro e aperta o botão ligar. O carregador avisa quando a carga estiver completa.

Todos os vencedores do Moto de Ouro 2016 - Foto: Renato Bueno

Todos os vencedores do Moto de Ouro 2016 – Foto: Renato Bueno

 

Com a presença marcante de empresários, executivos e esportista do segmento motociclístico, na noite da última terça-feira (29/3) foi realizada em São Paulo (SP) a 18ª edição do Moto de Ouro, que premiou as melhores motocicletas e marcas do nosso mercado, eleitos por meio dos leitores do site e da revista MOTOCICLISMO, além de recompensar os pilotos que mais se destacaram nas competições nacionais de 2015, avaliados por júri especializado.

 

A Honda foi a marca que mais se destacou no critério de Imagem - Foto: Renato Bueno

A Honda foi a marca que mais se destacou no critério de Imagem – Foto: Renato Bueno

 

“Este comparecimento em peso é uma demonstração que o Moto de Ouro já é um evento maduro, bem profissional e com grande aceitação e credibilidade em um mercado que tem marcas de todo o mundo. Continuamos bastante empenhados em valorizar o setor e os nossos heróis das pistas”, observou Isabel Reis, vice-presidente da Motorpress Brasil, organizadora do tradicional evento.

 

A Yamaha foi a marca que mais se destacou com Produtos - Foto: Renato Bueno

A Yamaha foi a marca que mais se destacou com Produtos – Foto: Renato Bueno

 

Depois que os leitores responderam mais de 15 mil cupons, que foram enviados para o Instituto de Pesquisa da Motorpress, na Alemanha, dos quais 7.541 votos foram validados, o grande destaque na pesquisa de Imagem foi para a marca Honda, que venceu nos quesitos Qualidade, Melhor Negócio e Publicidade. A Ducati foi a melhor no critério Emoção, enquanto que o Cliente Mais Satisfeito é da Triumph.

 

Na eleição das melhores motocicletas do Brasil o destaque foi para a Yamaha, que triunfou em cinco categorias: City (Yamaha YZF R3), Trail (Yamaha XTZ 250 Ténéré), Naked (Yamaha MT-09), Moto Verde (Yamaha YZ 450F) e Crossover (Yamaha MT-09 Tracer). A BMW foi escolhida pelos leitores da Motociclismo em quatro modalidade: Touring (BMW K1600 GTL), Maxitrail (BMW 1200 GS), Scooter (BMW C650 GT) e Esportiva (BMW SS1000 RR). O título na Custom foi da Harley Davidson (Softail Breakout), e na Cub foi da Honda (Biz 125).

 

Pilotos de diversas modalidades foram premiados com o troféu Moto de Ouro - Foto: Renato Bueno

Pilotos de diversas modalidades foram premiados com o troféu Moto de Ouro – Foto: Renato Bueno

 

Pelo 14º ano consecutivo a revista MOTOCICLISMO também reconheceu os três primeiros colocados nos campeonatos e categorias mais importantes de cada modalidade do motociclismo brasileiro. Os mais votados em cada uma das categorias receberam os troféus de Ouro, Prata e Bronze para os primeiro, segundo e terceiro colocados, respectivamente.

 

Os vencedores foram Diego Faustino (Motovelocidade), Rafael Fonseca (Supermoto), Hector Assunção (Motocross), Jean Azevedo (Rali Baja/Cross Country), Adrien Metge (Enduro), Marcelo Medeiros (Quadriciclos), e José Hélio Rodrigues Filho (UTV).

 

A Motorpress Midia disponibiliza gratuitamente para todos os fabricantes a pesquisa anual sobre a Imagem de todas as marcas de motos do país em 14 quesitos (Relação preço/valor; Valor de revenda; Design; Esportividade; Confiança; Competições; Publicidade; Motorização; Marca; Qualidade; Segurança; Assistência Técnica; Tecnologia; Peças), com infinitas possibilidades de comparação e dados, entre eles relacionados a qualidade, emoção, pós-venda, entre outros.

 

O prestígio do 18º Moto de Ouro foi grande - Foto: Renato Bueno

O prestígio do 18º Moto de Ouro foi grande – Foto: Renato Bueno

 

Triumph – A Triumph Motorcycles conquistou o Moto de Ouro na categoria Cliente mais Satisfeito no Brasil. É o terceiro ano consecutivo em que a fabricante inglesa é a vencedora nesta categoria. A marca inglesa teve aprovação de 96% dos seus clientes, mesmo índice obtido no ano passado. O resultado confirma a preocupação da marca inglesa não só com a qualidade das suas motocicletas, mas também com a construção de uma rede de concessionárias moderna e bem treinada, capaz de prestar um serviço de pós-venda de primeiro mundo. Atualmente, são 13 revendas instaladas nas principais cidades brasileiras.

 

Lançada no Brasil em 2012, a Triumph vem conquistando diversas premiações do setor deste então. A marca já soma, com essa conquista, 18 prêmios obtidos em pouco mais de três anos. Os três modelos mais vitoriosos neste período são: Daytona 675R, Street Triple 675 (nas duas versões) e Tiger 800 (em várias versões), com quatros troféus cada uma. A marca Triumph também foi premiada em quatro oportunidades.

Suzuki Extreme para quem tem experiência - Murilo Mattos

Suzuki Extreme para quem tem experiência – Murilo Mattos

 

A Suzuki Veículos prepara um dia inesquecível para começar a temporada de suas competições. No dia 10 de abril, o Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu (SP), recebe quatro provas simultâneas destinadas aos proprietários dos veículos da marca.

 

“Vamos começar o ano com tudo”, garante Fernando Julianelli, diretor de marketing da Suzuki Veículos. “Serão competições especialmente criadas para famílias e amigos participarem juntos. Seja pelas trilhas off-road, ou no traçado do Velo Città, tudo está sendo cuidadosamente planejado para esta primeira etapa”, afirma.

 

Confira como funciona cada uma das provas e corra para se inscrever no site. As vagas são limitadas.

 

Suzuki Off-Road – É um rali de regularidade para veículos Suzuki 4×4 das linhas Grand Vitara, Vitara, Jimny, Samurai e Sidekick. Não há divisão de categorias e a premiação é do 1º ao 5º colocado. Podem participar até quatro pessoas por carro, sendo que o navegador tem que ter, no mínimo, 16 anos e os acompanhantes, pelo menos, 10 anos.

 

Suzuki Extreme – Um rali mais radical para os Suzukeiros que têm experiência em práticas off-road. Além das provas dentro do veículo, os participantes também são desafiados em atividades físicas variadas e radicais. Esta prova é destinada a proprietários dos modelos Jimny, Samurai e Vitara (1° e 2° gerações) e é recomendável que o carro seja preparado com pneus off-road e tenha guincho. Podem ir até quatro pessoas por carro, com o navegador tendo mais de 16 anos e os acompanhantes mais de 10 anos.

 

Diversão garantida também no asfalto - Murilo Mattos

Diversão garantida também no asfalto – Murilo Mattos

 

Suzuki Cross Day – É um rali de estratégia e tarefas criado para proprietários de veículos Suzuki 4×4. São diversas atividades esportivas e culturais que estimulam o convívio e diversão para famílias e amigos. Nas prova de aventura, os participantes irão encarar escalada, canoagem, trekking, além de oficinas de artesanato, fotografia e até culinária. As equipes podem ter até dez participantes, divididos em até dois carros. Também podem participar crianças a partir de 10 anos.

 

Prova de regularidade na pista do autódromo - Murilo Mattos

Prova de regularidade na pista do autódromo – Murilo Mattos

 

Suzuki Track Day – É uma grande oportunidade para os proprietários de Swift Sport, S-Cross e SX4 guiarem o carro na pista do autódromo. Não é preciso ter habilidade, técnica, nem ser piloto, já que o objetivo é manter-se em uma velocidade e tempo estipulados, de acordo com a planilha de navegação. As atividades do dia começam com o briefing, volta de reconhecimento da pista e duas baterias. Podem participar até quatro pessoas por carro, todas acima de 18 anos.

 

Inscrições – As inscrições para todas as provas estão abertas pelo site da Suzuki. Não há taxa de inscrição, mas cada carro participante deve fazer a doação de 30 quilos de alimentos, mais seis produtos de higiene ou um livro didático. Todo o material arrecadado será destinado a associações dos municípios da região.

 

Programação – Suzuki Off-road, Suzuki Extreme, Suzuki Cross Day e Suzuki Track Day

09 de abril – Sábado

Entrega de kits, vistoria, briefing e aula de navegação – das 19h às 22h

Local: Autódromo Velo Città (Rodovia SP 342, Km 187, S/n – Nova Louzã, Mogi-Guaçu – SP)

 

10 de abril – Domingo

A partir das 8h – Início das largadas

A partir das 14h – Chegada, almoço e premiação

Local: Autódromo Velo Città (Rodovia SP 342, Km 187, S/n – Nova Louzã, Mogi-Guaçu – SP)

Fonte: Suzuki

Mudança do Centro de Distribuição da Philips reduzirá transit time em 50% - Divulgação

Mudança do Centro de Distribuição da Philips reduzirá transit time em 50% – Divulgação

 

Depois de ter fábrica por quase cinco décadas e centro de distribuição por mais 6 anos em Pernambuco, a Philips Automotiva – com investimento de € 1 milhão – decidiu deslocar o seu novo centro de distribuição para a cidade de Varginha, no Sul de Minas Gerais, com o objetivo de reduzir o transit time das entregas de lâmpadas automotivas e ficar mais próximo de montadoras/setmakers e distribuidores.

 

“Iniciamos as operações em Varginha na primeira semana de janeiro último. Os resultados parciais do primeiro bimestre já indicam que conseguiremos reduzir o transit time, na média em 50%, sendo que para os principais mercados regionais, como a cidade de São Paulo e interior, Minas Gerais e Rio de Janeiro, a redução no prazo de entrega já é de 8 para 2 dias e para Porto Alegre de 12 para 3 dias. Também reduzimos muito o número de redespachos”, explica João Paulo Borgonovi, diretor geral da Philips Automotiva para a América Latina.

 

Até dezembro de 2015, ainda com o centro de distribuição na Grande Recife, o percentual de atendimento aos clientes finais – na média – apontava 85%. Já no primeiro bimestre deste ano, já subiu para 90%. “Nosso objetivo é atingir 95% ainda em 2016, patamar considerado excepcional, se considerarmos os índices globais de atendimento a O&M e aftermarket”, argumenta Borgonovi, para quem o fato de auxiliar o cliente com baixo estoque e aumentar a frequência de contatos e de pedidos é salutar tanto para os clientes quanto para a Philips Automotiva.

 

No segundo semestre deste ano, o canal de distribuição da Philips Automotiva vai contar com sistema de rastreamento de carga.

 

Novo centro – No município de Jaboatão dos Guararapes, na Grande Recife, a Philips Automotiva tinha um centro de distribuição com área de 2.000 metros quadrados e 1.046 posições de paletes; em Varginha, MG, a unidade tem área construída de 2.550 metros quadrados e 900 posições de paletes.

 

Os números das instalações são semelhantes. A grande diferença está nas distâncias do centro para os principais centros consumidores. De Recife a São Paulo, 2.700 km; Recife – Belo Horizonte 2.100 km; e Recife – Rio de Janeiro 2.300 km. De Varginha, 330 km até São Paulo; 330 km de Belo Horizonte e 380 km ao Rio de Janeiro.

Duplas largarão no asfalto do Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu - Marcos Rabioglio

Duplas largarão no asfalto do Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu – Marcos Rabioglio

 

Terra, lama, muita poeira e… asfalto! No dia 9 de abril, as duplas da Mitsubishi Cup desembarcam em Mogi Guaçu (SP) para a abertura da temporada 2016, em uma etapa que guarda um ingrediente especial: um trecho inicial de aproximadamente 2,8 km na pista do Autódromo Velo Città.

 

“Será uma zona de espetáculo diferente, já que a suspensão, altura e principalmente pneus de carros de rali não são preparados para competir no asfalto”, comenta Guilherme Spinelli, diretor da Ralliart Brasil, divisão de alta performance da Mitsubishi Motors.

 

Primeira etapa da Mitsubishi Cup será no dia 9 de abril - Adriano Carrapato

Primeira etapa da Mitsubishi Cup será no dia 9 de abril – Adriano Carrapato

 

Além de garantir emoção e deixar a etapa imprevisível, a dupla mais rápida de cada categoria na zona de espetáculo ganhará um ponto a mais no campeonato. “Em uma competição tão disputada como a Mitsubishi Cup, esse ponto pode ser muito importante no final da temporada”, ressalta Spinelli.

 

“A largada no asfalto é um elemento realmente especial. Somos apaixonados por terra, mas colocar o nosso carro em um piso totalmente diferente é uma oportunidade única”, afirma Vitor Muench, piloto campeão da categoria Pajero TR4 ER em 2015 e que já confirmou participação na temporada 2016.

 

Depois de sair do autódromo, os competidores se deslocarão em um trecho de radar, seguindo até o ponto onde haverá uma relargada para a especial, que terá aproximadamente 29 quilômetros. Serão realizadas três provas durante o sábado, totalizando quase 100 km de trechos cronometrados.

 

A especial terá todos os elementos tradicionais das provas de Mogi Guaçu: cana de açúcar alta, pouca visibilidade, variações de relevo e mudanças repentinas de piso, que varia entre terra dura e trechos arenosos.

 

No intervalo entre uma prova e outra, pilotos, navegadores e seus convidados poderão aproveitar toda estrutura do autódromo Velo Città para descansar e se descontrair com muito conforto.

 

Rali é divido em cinco categorias - Adriano Carrapato

Rali é divido em cinco categorias – Adriano Carrapato

 

ASX RS – A temporada 2016 contará com a estreia da categoria ASX RS. Ela se juntará às já tradicionais ASX R, L200 Triton ER, Pajero TR4 ER e Pajero TR4 ER Master. O modelo preparado pela Ralliart Brasil terá motor com 192 cavalos de potência e 25,7 kgf de torque, além de uma nova geometria de suspensão.

 

“A Ralliart Brasil trabalhou especialmente nessa nova categoria. Os recursos usados no carro garantirão ainda mais performance, estabilidade, tração e conforto para as duplas durante as provas”, adianta Guiga.

 

Outra categoria que usará o crossover é a ASX R, que fez sua estreia em 2015 e promete muitas emoções para a temporada desse ano. “Usamos todo o conhecimento que colhemos durante as provas do ano passado para fazer atualizações importantes no ASX R. Para 2016, a disputa promete ser ainda mais acirrada”, comenta Spinelli.

 

Reunião off-road – Além das duplas da Mitsubishi Cup, o autódromo Velo Città também receberá os participantes do rali de regularidade Mitsubishi Motorsports e o rali de estratégia e tarefas Mitsubishi Outdoor, em uma grande festa off-road.

 

Programação completa do evento – Mogi Guaçu (SP)

 

8 de abril – sexta-feira

Autódromo Velo Città

End: Rodovia SP 342, Km 187, S/n – Nova Louzã, Mogi-Guaçu – SP. (Sentido Mogi Guaçu – Santo Antônio do Pinhal) (WP – S 22° 16′ 25.69″ W 46° 51′ 18.48″)

8h – Vistoria técnica Mitsubishi Cup

9h às 12h – Treino livre categorias Pajero TR4 ER, Pajero TR4 ER Master e L200 Triton ER

13h às 17h – Treino livre categorias ASX R e ASX RS

18h às 18h45 – Briefing para pilotos e navegadores

19h – Briefing para imprensa Mitsubishi Cup

 

9 de abril – sábado

Autódromo Velo Città

End: Rodovia SP 342, Km 187, S/n – Nova Louzã, Mogi-Guaçu – SP. (Sentido Mogi Guaçu – Santo Antônio do Pinhal) (WP – S 22° 16′ 25.69″ W 46° 51′ 18.48″)

8h – Largada primeira prova

10h30 – Largada segunda prova

13h – Largada terceira prova

14h – Início do almoço para convidados

16h30 – Início previsto das premiações

 

Calendário 2016*

Mitsubishi Cup

09/04 – 1ª Etapa – Autódromo Velo Città – Mogi Guaçu (SP)

14 e 15/05 -2ª e 3ª Etapas – Jaguariúna (SP)

06/08 – 4ª Etapa – Autódromo Velo Città – Mogi Guaçu (SP)

08 e 09/10 – 5ª e 6ª Etapas – Indaiatuba (SP)

19/11 – 7ª Etapa – Autódromo Velo Città – Mogi Guaçu (SP)

* Datas e locais sujeitos a alterações.

Fonte: Mitsubishi

O Corvette 1962 está entre os vários carros disponibilizados para aluguel no site - Divulgação

O Corvette 1962 está entre os vários carros disponibilizados para aluguel no site – Divulgação

 

Colecionadores de carros antigos de todo o Brasil, como Felippe Costa Ayres, do Rio de Janeiro; Luís Henrique Rosso Zanini, de Florianópolis (SC); Ricardo Franzoi, de Caxias do Sul (RS); e Fabiano Tilli, de Campinas (SP) colocaram sua preciosa coleção de carros antigos para locação no site CenaZERO. O objetivo desses colecionadores é oferecer seus carros para casamentos, filmagens e eventos em geral e utilizar o valor das locações para manutenção e conservação dos veículos.

 

Para o colecionador Felippe Costa Ayres, de 34 anos, do Rio de Janeiro, alugar seus carros no CenaZERO traz grande visibilidade para sua coleção e permite fazer caixa para manutenção e preservação de seus veículos. Ele anunciou os carros PT Cruise conversível, Ford Landau 1980 e um Chrysler 300C, já utilizado em novelas e filmes, entre outros carros.

 

Já o colecionador Luís Henrique Rosso Zanini, estudante de administração, de 25 anos de idade, de Florianópolis (SC), escolheu o CenaZERO para alugar seus carros. Ele é proprietário da empresa RZ Auto Antigos, que tem 10 carros de coleção para locação no site. São cinco autos conversíveis: Chevrolet Corvette 1962, Ford Thunderbird 1957, Cadillac De Ville 1966, Buick Le Sabre 1963 e um Ford Galaxie 500 1966. Também estão disponíveis no site, outros cinco carros antigos, como uma Corvette Stingray 1971, Ford Galaxie 500 1967 (branco), Ford Galaxie 500 1967 (azul), Buick Super 1947 e Ford Ranchero 1958. Segundo Zanini, a paixão foi herdada do pai. Também é sócio do Veteran Car Club de Florianópolis e participa de muitas feiras e eventos de colecionadores.

 

Em Caxias do Sul (RS), o colecionador é Ricardo Franzoi, de apenas 25 anos, afirma que se apaixonou por carros antigos, por influência de seu pai, também colecionador. Ele tem um Ford 29 Modelo A, um Ford 51 (caminhote) e um Fusca 1965. Explicou que já fez muitos casamentos em sua cidade, Caxias do Sul, com o Ford 29.

 

Em Campinas (SP), o colecionador Fabiano Tilli, de 44 anos, colocou todos seus 10 carros para alugar no site CenaZERO. Ele coleciona carros antigos e especiais desde os 18 anos de idade, quando herdou um carro de seu pai e outro de seu tio-avô. Hoje, ele conta que a paixão virou negócio. A coleção do campineiro inclui quatro limousines. São elas, Excalibur, Grand Blazer, Super Salon e Mercury, além de outros caros como Ford Galaxie 1970, Daewoo 1995 entre outros.

 

Tilli faz muitas locações para produções do polo cinematográfico de Paulínia, cidade próxima a Campinas. Normalmente ele aluga cerca de 10 a 12 carros por mês, o que diminuiu um pouco o impacto com a atual crise econômica.

 

Mão na roda – O site foi criado por publicitários e produtores de filmes para facilitar a vida de quem precisa fazer produções de fotos ou vídeos. No CenaZERO a pessoa pode encontrar, além de caros antigos, lugares belos e inusitados, um veículo diferente, um objeto raro ou um equipamento específico para produzir uma sessão de fotos ou a filmagem de um comercial com todos os equipamentos necessários.

 

Também quem tem um objeto desses, ocioso em casa, pode alugar até por apenas um dia. Os itens podem ser anunciados gratuitamente por qualquer pessoa do País, que estipulam seu preço e recebem o valor de cada diária locada de forma integral e com segurança.

 

Já são mais de 800 usuários cadastrados no www.cenazero.com.br e mais de 400 itens anunciados, entre mansões, casarões, palacetes tombados pelo patrimônio histórico e estúdios; desde carros da década de 30 a lanchas de 40 pés; máquinas de escrever antigas, bicicletas, instrumentos musicais e objetos super diferentes como sabre de luz do Star Wars e videogame da década de 90; diversos tipos de câmeras e lentes, gravadores de áudio e drones.

 

Para usar o CenaZERO é muito simples, basta acessar o site e preencher algumas informações, confirmar o cadastramento por meio do e-mail recebido e começar a buscar objetos de interesse para locação ou anunciar seus itens gratuitamente. Saiba mais no site.

Trekken utiliza Big Data e Inteligência Artificial para melhorar gestão de frotas - Divulgação

Trekken utiliza Big Data e Inteligência Artificial para melhorar gestão de frotas – Divulgação

Em tempos de crise, economia bicuda, evitar acidentes de trânsito pode diminuir prejuízos financeiros para as empresas. Segundo uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), um acidente de trânsito gera em média 73 mil reais de prejuízo, sendo que 42% deste custo está relacionado a perda direta de produtividade do colaborador.

 

Para melhorar este cenário, muitas empresas estão utilizando a telemetria para orientar melhor os seus colaboradores e, com isto, aumentar a eficiência na gestão de frotas. Estudos apontam que 90% dos acidentes estão associados a falhas humanas (Fonte: Observatório Nacional de Segurança Viária – ONSV), como por exemplo, excesso de velocidade, utilizar o telefone dirigindo, manobras inadequadas, entre outros.

 

Foi pensando neste contexto que o Trekken foi desenvolvido, um aplicativo para smartphone que analisa automaticamente o motorista e não requer nenhum equipamento instalado no veículo. Lançado em 2015, o Trekken utiliza algoritmos desenvolvidos especificamente para melhorar a gestão de frotas para as empresas. Os benefícios do uso do aplicativo para gestão de frotas são diversos, tais como: identificação dos motoristas com perfil de direção perigosa, indicadores para programas de premiação, maior segurança no transporte (pessoas e cargas), histórico detalhado para apuração de causas de acidentes, entre outros.

 

O app Trekken é uma solução versátil que atende de micro a grandes empresas de diversos setores. Além disto, por ser um aplicativo, as empresas podem testar o sistema antes de contratar, ou seja, sem nenhum custo para o cliente.