Skip to content

RICARDO RIBAS

Jornalismo feito por jornalista

Archive

Archive for junho, 2015
Na pré-estreia do Circuito dos Cristais, pilotos da Stock Car - Divulgação

Na pré-estreia do Circuito dos Cristais, pilotos da Stock Car aceleram- Divulgação

Os pilotos da Stock Car, o mineiro Rafa Matos e o brasiliense Lucas Foresti, foram os primeiros a testarem o traçado do Circuito dos Cristais, Autódromo Internacional de Minas Gerais, que está na fase final de preparação para receber o asfalto, previsto para o final do próximo mês (julho) e que estará em funcionamento já a partir de 2016.

 

A ação serviu para promover a pista mineira e também a categoria Stock Car, uma das principais competições do automobilismo. Tudo foi gravado com exclusividade para a o programa Globo Esporte e foi exibido pela Rede Globo no último sábado (27). Os pilotos aprovaram o que viram e puderam sentir de perto o moderno e seguro traçado da pista.

 

Para Marco Túlio, diretor da TecRacing Parques, empresa proprietária do Circuito dos Cristais, foi um trabalho de cooperação mútua. “Tanto o município quanto o Circuito dos Cristais receberam de braços abertos os dois pilotos da Stock Car e assim faremos com todos, de todas as categorias do automobilismo e motociclismo. Avaliações técnicas apresentadas pelos dirigentes de campeonatos e comissários de federações têm contribuído muito, e agora os elogios dos pilotos foram como um teste final para nossa engenharia. Mostrou que estamos prontos para aplicar o asfalto. Essa ação também foi importante para aproximar a categoria do público mineiro, que poderá em breve assistir corridas também em casa”, disse Túlio.

 

O mineiro Rafa Matos e o brasiliense Lucas Foresti, foram os primeiros pilotos a testarem o traçado do Circuito dos Cristais - Divulgação

O mineiro Rafa Matos e o brasiliense Lucas Foresti, foram os primeiros pilotos a testarem o traçado – Divulgação

Comentários – Para Rafa Matos,  “Foi a primeira vez que corri na terra, muito legal, muito bacana, gostei demais, é uma pista larga, dentro dos padrões internacionais, e eu acredito que Minas Gerais vai receber muitos eventos esportivos”. Lucas Foresti reforça a opinião do colega. “É um traçado muito bem desenhado, um layout show, de alta velocidade, curvas de baixa e de alta, descidas e subidas. Foi bem divertido, a cidade é bem agradável e vai agradar a maioria dos pilotos”. Veja como andaram os pilotos.

Rodabril Limpa Ar-condicionado custa R$ 21,90 - Divulgação

Rodabril Limpa Ar-Condicionado custa R$ 21,00 – Divulgação

A Rodabrill lança no mercado o Limpa Ar-Condicionado Granada, um produto em spray de fácil aplicação para limpeza de sistema dos equipamentos automotivos, disponível em duas versões, lavanda ou sem perfume e com preço sugerido de R$ 21,00 (lata de 250 ml). O produto de aplicação única promove a limpeza do sistema de dutos internos do ar, onde se acumulam ácaros e bactérias em geral. Além disso, ajuda a manter limpo o filtro de pólem e todo o sistema de refrigeração do veículo sem danos ao sistema.

 

Com a aplicação do Limpa Ar-Condicionado Granada, os ácaros e as bactérias existentes são eliminados. O produto é de fácil uso: com o carro ligado, vidros fechados e com o sistema de ar condicionado acionado (posição de recirculação), basta retirar a tampa plástica do produto, posicionar o spray na posição vertical abaixo da saída de ar sob o painel e apertar o botão até travar. Após o término do spray, abrir as janelas e deixar o ar circular por 10 minutos antes de utilizar o veículo.

 

“Depois de um tempo é normal que o gás do ar-condicionado comece a expelir um cheiro não muito agradável, devido ao excesso de ácaros, mofo e bactérias que se acumulam na caixa, além do filtro que pode estar sujo e deve ser trocado”, afirma Fernando Brito, engenheiro químico da Rodabrill. Para Brito, a solução além da substituição do filtro de cabine, é usar um produto de limpeza em spray que atua em dutos e sistema interno do carro removendo o mau cheiro, “Desenvolvemos esse produto que resulta em ar mais limpo para o interior do veículo, com a opção da fragrância lavanda, que deixa um perfume duradouro após a ação de limpeza”, finaliza.

 

O produto pode ser utilizado em todo veículo, de passeio, comercial ou veículos grandes, que sejam equipados com ar condicionado. No entanto, não substitui a troca do filtro antipólen, que deve ser conferido pelo proprietário do veículo e trocado anualmente. O preço sugerido do Limpa Ar-Condicionado Granada é R$ 21,90, cerca de 50% mais em conta que outros produtos similares no mercado, e com grande eficiência de limpeza.

 

“Este ano temos uma série de lançamentos previstos para o mercado, e todas as novidades tem sido muito bem aceitas pelo varejo pois a Rodabrill tem muita tradição, qualidade e preço acessível em relação aos concorrentes. Temos a certeza que o Limpa Ar-Condicionado Granada será mais um produto de muito sucesso em nosso portfólio” comenta Henrique Caran, diretor executivo do Grupo Interbrilho.

Prova teve muita poeira em meio à cana de açucar - Cadu Rolim

Prova teve muita poeira em meio à cana de açucar – Cadu Rolim

A etapa de Jaguariúna (SP) da Mitsubishi Cup empolgou as duplas com duas provas de 51 quilômetros em meio à cana de açúcar com piso de terra batida e cascalhos com muitas curvas. Caracterizada pelas altas temperaturas, a prova começou com o frio típico do inverno. Mas o sol brilhou durante todo o dia e o clima seco deixou a prova ainda mais emocionante. A perfeita integração entre pilotos e navegadores fez a diferença.

 

“O percurso estava com a cana alta e exigiu muito do piloto e navegador. A sintonia teve de ser perfeita, um acreditando no outro para acelerar ainda mais”, comentou Luis Felipe Eckel, campeão no ASXR R ao lado do piloto Marcelo Tomasoni. “Com esse formato de duas provas mais longas, temos que ir com mais cuidado e, ao mesmo tempo, vir forte, pois aqui não dá pra vacilar”. A dupla sai líder na classificação geral. “Fizemos um ótimo trabalho”, destaca Tomasoni.

 

“Foi um trabalho de equipe”, comenta o piloto Rodrigo Meinberg, campeão na Pajero TR4 ER Master. Seu navegador, João Luís Stal, ressalta que “a dupla tinha que estar muito entrosada.”

 

Competindo na Mitsubishi Cup desde 2007, o cearense Paulo Aragão não falta em nenhuma etapa da prova. “Coloco como meta estar presente em todas”, festeja o piloto da TR4 ER. É um hobby que gosto muito, desliga um pouco do dia a dia”, completa.

 

Prova dura – Na L200 Triton RS, Fernando Ewerton e Beco Andreotti venceram em Jaguariúna e assumem a primeira colocação do campeonato. “Foi ótimo. Essa é uma pista que não costumo me dar muito bem por causa da cana alta, mas o Beco tem muita experiência e ele me transmite essa segurança. A dupla é nova, mas está dando certo”, destaca Fernando.

 

Porém, uma discussão da dupla durante a prova, que poderia ter colocado tudo a perder, acabou sendo benéfica. “Acabei sendo ríspido dentro do carro, mas depois disso baixamos o tempo. Cada prova é um campeonato e a pilotagem tem evoluído bastante”, disse o navegador.

 

Na L200 Triton ER, que este ano passou a ser com pilotos proprietários, Albano dos Santos Parente Jr. e João Gilberto Ferreira comemoraram muito a primeira colocação. “Essa vitória consolida cada vez mais nossa trajetória. É nosso primeiro ano e estamos nos adaptando, evoluindo e o resultado está vindo. Queremos manter esse ritmo para não sermos incomodados até o final”, disse João.

 

Na categoria Pajero TR4 ER, Vitor Jose Muench e Jorge Adriano Peters levaram dois troféus. Além de terem sido os melhores da categoria, ganharam também como melhor dupla estreante. “Fui navegador durante nove anos. Agora estou do outro lado, pilotando, mas esse tempo foi ótimo pelo aprendizado. Hoje tive que confiar muito no meu parceiro”, destaca Vitor.

 

Entrosamento entre pilotos e navegadores foi essencial - Tom Papp

Entrosamento entre pilotos e navegadores foi essencial – Tom Papp

 

Categoria ASX R estreou neste ano – Tom Papp

Categoria ASX R estreou neste ano – Tom Papp

Na categoria Roockie do ASX R, troféu para Cristian Domecg e Flavio Bisi. “Estamos evoluindo e vamos brigar por pontos mais pra frente”, comenta o piloto.

 

 

As duplas da Mitsubishi Cup voltam a se encontrar no dia 29 de agosto, em Indaiatuba, no interior de São Paulo.

 

Resultados – Mitsubishi Cup 3ª etapa – Jaguariúna

 

L200 Triton RS

1) Fernando Ewerton / Beco Andreotti – 81 Pontos

2) Marcos Baumgart Stroczynski / Kleber Cincea – 81 Pontos

3) Marcelo Emerick Mendes / Breno De Almeida Rezende – 78 Pontos

4) Ricardo Feltre / Andre Lucas Munhoz – 72 Pontos

5) Fabio Prada Ferreira / Edgar Fabre – 63 Pontos

 

L200 Triton ER

1) Albano Dos Santos Parente Jr / João Gilberto Ferreira – 87 Pontos

2) Thiago Wilson Rizzo Da Silva / Daniel Cury Spolidorio – 84 Pontos

3) Marco Tulio Lana / Leonardo Magalhães – 75 Pontos

4) Ivan Machado Terni / Eduardo Pereira E Costa – 75 Pontos

5) Pietro Branchina / Henry Ritter Kirst – 69 Pontos

 

ASX R

1) Marcelo Tomasoni / Luis Felipe Eckel – 84 Pontos

2) Hugo Rodrigues / Deco Muniz – 81 Pontos

3) Fabricio Bianchini / Caio Santos – 81 Pontos

4) Wagner Felippe Roncon / Joselito Vieira De Melo Junior – 75 Pontos

5) Peterson Oliveira / Gilson Rocha – 63 Pontos

 

Pajero TR4ER Master

1) Rodrigo Meinberg / João Luís Stal – 84 Pontos

2) Frederico Macedo / Nickolas Macedo – 84 Pontos

3) Andre Miranda / Alison Pedroso – 78 Pontos

4) Fabricio Zanella Duarte / Elaine Ribeiro Machado – 72 Pontos

5) Yuri Alexander De Oliveira Afonso / Filipe Bianchini De Oliveira – 72 Pontos

 

Pajero TR4 ER

1) Vitor Jose Muench Muench / Jorge Adriano Peters Peters – 87 Pontos

2) Alessandro Cesar Tozoni / Fabio Peralli – 87 Pontos

3) Luiz Claudio Parente / Glauco Alencastro – 72 Pontos

4) Marcos Claudemir Chueda / Marcos Maia Panstein – 72 Pontos

5) Paulo Cesar Gondim / Atonio M C Junior Chagas – 72 Pontos

 

 

Classificação da temporada 2015 da Mitsubishi Cup

 

L200 Triton RS

1) Fernando Ewerton / Alberto Andreotti Neto – 247 Pontos

2) Marcelo Emerick Mendes / Breno De Almeida Rezende – 236 Pontos

3) Ricardo Feltre / Andre Lucas Munhoz – 206 Pontos

4) Marcos Baumgart Stroczynski / Kleber Cincea – 203 Pontos

5) Glauber Fontoura / Rafael Malucelli – 149 Pontos

 

L200 Triton ER

1) Ivan Machado Terni / Eduardo Pereira E Costa – 241 Pontos

2) Pietro Branchina / Henry Ritter Kirst – 199 Pontos

3) Albano Dos Santos Parente Jr. / João Gilberto Ferreira – 177 Pontos

4) Renato Kahn / Gilze Araujo – 166 Pontos

5) Valdir De Lacerda / Elisa Borges Lacerda – 132 Pontos

 

ASX R

1) Peterson Oliveira / Gilson Rocha – 219 Pontos

2) Marcelo Tomasoni / Luis Felipe Eckel – 214 Pontos

3) Wagner Felippe Roncon / Joselito Vieira De Melo Junior – 203 Pontos

4) Fabricio Bianchini / Caio Santos – 179 Pontos

5) Cristian Mai Domecg / Ivo Renato Mayer – 159 Pontos

 

Pajero TR4ER

1) Vitor Jose Muench / Jorge Adriano Peters – 239 Pontos

2) Luiz Claudio Parente / Glauco Alencastro – 228 Pontos

3) Alessandro Cesar Tozoni / Fabio Peralli – 227 Pontos

4) Paulo Cesar Gondim / Antonio M C Junior Chagas – 208 Pontos

5) Marcos Claudemir Chueda / Marcos Maia Panstein – 202 Pontos

 

Pajero TR4 ER Master

1) Ivan Machado Terni / Eduardo Pereira E Costa – 241 Pontos

2) Pietro Branchina / Henry Ritter Kirst – 199 Pontos

3) Albano Dos Santos Parente Jr. / João Gilberto Ferreira – 177 Pontos

4) Renato Kahn / Gilze Araujo – 166 Pontos

5) Valdir De Lacerda / Elisa Borges Lacerda – 132 Pontos

 

Mitsubishi Cup – Calendário 2015*

4ª Etapa – 29/ago – Indaiatuba (SP)

5ª Etapa – 19/set – a definir

6ª Etapa – 17/out – Jaguariúna (SP)

7ª Etapa – 14/nov – Mogi Guaçu (SP)

* Calendário sujeito a alterações. 

Fonte: Mitsubishi

Bernardo Saccaro, gerente da Hyundai CAOA, de Demetrius Adam, da Abeifa - Divulgação

Bernardo Saccaro, gerente da Hyundai CAOA, de Demetrius Adam, da Abeifa – Divulgação

Com 13,6% e 14,8% de depreciação no período de três anos, o Hyundai HR e o Volkswagen Delivery 5150 obtiveram as melhores avaliações, respectivamente,  nas categorias Utilitários e Caminhões, na 1ª edição do Prêmio Maior Valor de Revenda – Veículos Comerciais, da Agência AutoInforme, em parceria com a Editora Frota e Textofinal.

 

Embora o estudo de depreciação seja desenvolvido há mais de dez anos, a partir dos levantamentos da Molicar, é pela primeira vez que a AutoInforme faz a premiação do setor de utilitários e caminhões, com o objetivo de estimular montadoras e importadoras a valorizar seus próprios produtos e, por consequência, preservar os investimentos de caminhoneiros e frotistas.

 

Outros sete modelos foram contemplados pelo Prêmio Maior Valor de Revenda – Veículos Comerciais. Na categoria Utilitários, além do Hyundai HR (camioneta de carga e campeão geral – 13,6%) venceram o Fiat Doblò (furgoneta de carga – 18,7%), Iveco Daily Furgão (furgão de carga – 15,6%) a Mercedes-Benz Sprinter Minibus (minibus – 17,8%). No grupo Caminhões, o Mercedes-Benz Accelo 815 (caminhão leve – 15%), Ford Cargo 1319 (caminhão médio – 14,9%), Volkswagen Constellation 17.190 (caminhão semipesado – 17%), Volvo FH 460 6×4 (caminhão pesado – 21,9) e o próprio Volkswagen Delivery 5.150 (caminhão semileve e campeão geral – 14,8%).

 

“Para formar o índice de depreciação, foram considerados os preços médios dos veículos zero quilômetro praticados no primeiro quadrimestre de 2012 e seus modelos correspondentes com três anos de uso – janeiro a abril deste ano –, geralmente prazo inicial de substituição para fins de renovação de frota”, explica José Augusto Ferraz, diretor da Editora Frota.

 

“Outro critério adotado foi subdividir os veículos em dois grupos, utilitários – com quatro categorias – e caminhões – com outras cinco. A partir desse modelo, analisamos 164 modelos, dos quais 135 de caminhões e 29 de utilitários. Foram excluídos os veículos cujo volume de licenciamento em 2014 foi inferior a 30 unidades, em razão de sua pouca representatividade, já que significam pouco mais de 1% do total de emplacados”, argumenta Ferraz.

 

Manoel Sousa, presidente do Setcesp, entrega prêmio a Cid Mário Manechini, gerente executivo de vendas especiais da MAN - Divulgação

Manoel Sousa, presidente do Setcesp, entrega prêmio a Cid Mário Manechini, gerente executivo de vendas especiais da MAN – Divulgação

Segundo Joel Leite, idealizador do prêmio e diretor da Agência AutoInforme, “esse estudo vem sendo feito há mais de dez anos, em parceria com a Molicar, e este ano, também com a Editora Frota e a Textofinal, resolvemos transformá-lo num prêmio, um reconhecimento às marcas que tiveram os seus veículos entre os de Maior Valor de Revenda em 2015”, para quem “em vez de questionar por quê um utilitário/caminhão perde valor, deveríamos perguntar por quê um veículo mantém um valor de mercado tão alto e por tanto tempo”.

 

“A depreciação depende de vários fatores: do tamanho do veículo, da marca, da rede de revendedores, do cuidado que a marca tem em relação ao pós-vendas, ao segmento, a origem, ao fato de ter grande volume de venda, à sua aceitação no mercado. Assim, nossa expectativa é que o prêmio possa vir a ser um novo balizador, para uso de fabricantes e distribuidores de veículos, administradores e proprietários de frotas, bancos, financeiras e seguradoras”, enfatiza Leite.

Duplas enfrentarão longas retas e trechos bastante técnicos - Tom Papp

Duplas enfrentarão longas retas e trechos bastante técnicos – Tom Papp

A Mitsubishi Cup chega a Jaguariúna (SP) neste sábado (27), para a disputa da terceira etapa da temporada 2015. As duplas, que vem de todas as partes do Brasil, enfrentarão duas provas de 51 quilômetros montadas na Fazenda Meia Lua, que recebe o rali pela 11ª vez. Normalmente, as duplas enfrentam três provas de 30 km.

 

“Essa etapa será diferente das que tivemos até aqui na temporada. Com provas de aproximadamente 51 km, as duplas enfrentarão novos desafios, como desgaste maior e menos chances de errar”, explica Guilherme Spinelli, diretor da Mitsubishi Ralliart Brasil, divisão de alta performance da Mitsubishi Motors.

 

Serão duas provas de aproximadamente 51 km na fazenda Meia Lua - Cadu Rolim

Serão duas provas de aproximadamente 51 km na fazenda Meia Lua – Cadu Rolim

As duplas das categorias Pajero TR4 ER, Pajero TR4 ER Master, L200 Triton ER, L200 Triton RS e ASX R irão encontrar alterações de piso, que tem trechos de chão batido, areia pesada e cascalho liso durante a prova. Com longas retas e meio a cana alta, além de curvas de todos os tipos, os navegadores precisarão ter muita atenção na hora de indicar os pontos de freada para seus pilotos.

 

“Com duas provas e um trajeto bastante seletivo, com retas e trechos sinuosos que mesclam curvas longas e rápidas com ganchos lentos sem visibilidade, é importante para o navegador fazer um bom levantamento logo na primeira largada, pois não terá outra chance de marcar referências importantes”, completa o diretor.

 

Durante a etapa, participantes e seus familiares e convidados terão à disposição um grande lounge projetado para proporcionar momentos de descontração e descanso. O espaço terá ótima visibilidade da largada e de boa parte das duas provas do sábado.

  

Programação da 3ª etapa da Mitsubishi Cup Jaguariúna (SP)

 

26 de junho – sexta-feira

Apoio/Pista: dentro da Fazenda Meia Lua – acesso pelo KM 130 ou 127 da SP 340 / Rod. Gov. Adhemar Pereira de Barros (WP: -22º 41’ 57,8″ / -47º 05’ 55,4″) – seguir pela estrada principal da fazenda até o local de apoio. 

8h às 13h – Vistoria

13h30 às 15h30 – Treino livre ASX-R

15h30 às 16h30 – Treino livre L200 Triton RS

17h30 às 18h30 – Briefing para pilotos e navegadores

18h30 – Briefing para imprensa

 

27 de junho – sábado

Apoio/Pista: dentro da Fazenda Meia Lua – acesso pelo KM 130 ou 127 da SP 340 / Rod. Gov. Adhemar Pereira de Barros (WP: -22º 41’ 57,8″ / -47º 05’ 55,4″) – seguir pela estrada principal da fazenda até o local de apoio.

 8h30 – Largada da primeira prova

11h30 – Largada prevista da segunda prova

14h50 – Início previsto da premiação da etapa

 

Mitsubishi Cup – Calendário 2015*

3ª Etapa – 27/jun Jaguariúna/SP

4ª Etapa – 29/ago Minas Gerais

5ª Etapa – 19/set Indaiatuba/SP

6ª Etapa – 17/out Paraná

7ª Etapa – 14/nov Mogi Guaçu/SP

 

* Calendário sujeito a alterações.

Fonte: Mitsubishi

Os principais fabricantes da indústria brasileira marcam presença na cidade mineira, que promove também o 4º Festival de Blues e Jazz de Tiradentes - Divulgação

Os principais fabricantes brasileiros marcam presença em Tiradentes, que promove também o 4º Festival de Blues e Jazz – Divulgação

 

O estande da TecRacing apresentará informações sobre o traçado, o Clube Casa de Pista e todo o complexo esportivo da maior pista de corrida do Brasil. Serão apresentados pelos profissionais da TecRacing, com vídeos, mapas e informativos impressos. A previsão de inauguração das atividades na pista do Circuito dos Cristais é para março de 2016.

 

O Casa de Pista é o primeiro condomínio autódromo da America Latina e mais de 80 cotas já foram comercializadas para pilotos e fãs de motociclismo e automobilismo de todo o Brasil. Além de ter acesso garantido às pistas, o detentor do título nomeia cinco dependentes que terão entrada gratuita em todos os eventos esportivos.

 

Circuito dos Cristais estará presente na 23º Tiradentes Bike Fest  Divulgação

Circuito dos Cristais estará no 23º Tiradentes Bike Fest Divulgação

O conceito é inédito. O Clube Casa de Pista é um condomínio com uma área de lazer projetada para o grande número de brasileiros aficionados pelo esporte a motor. Pistas on e off-road, trilhas, pista de motocross, além da pista principal com 4.420 metros, fazem parte do complexo.

 

Os associados também terão à disposição uma área de lazer e um paddock VIP, integrado ao autódromo para assistir as corridas e participar dos TrackDays exclusivos do clube. Além dos benefícios esportivos e de lazer; o associado terá uso exclusivo de áreas privativas de 500m² ou 1000m² para construção e uso de sua Casa de Pista. Outra opção do Clube é o serviço Casa de Pista Rent, que permite que o associado disponibilize sua Casa de Pista para hospedagem durante os eventos que serão realizados no complexo.

Kia Soul e Sorento ganharam as maiores pontuações nos segmentos crossover e MPV compacto - Divulgação

Kia Soul e Sorento ganharam as maiores pontuações nos segmentos crossover e MPV compacto – Divulgação

Com recorde de automóveis em circulação no mercado estadunidense, a Kia Motors alcançou outro marco histórico, na semana passada, quando a J.D. Power reconheceu a montadora com a segunda maior pontuação em estudo do IQS (Initial Quality Study 2015), que atribuiu melhorias veiculares em 20 pontos em relação ao seu desempenho anterior, em 2014. A Kia Motors saltou quatro posições, agora para o 2º lugar entre as 33 marcas de automóveis. A ascensão de Kia foi comprovada, em especial, pelo desempenho de dois modelos líderes mais vendidos da empresa, o Soul e o Sorento, enquanto o Rio, Optima, Cadenza, Sportage e Carnival, todos classificados entre os três primeiros de suas respectivas categorias.

 

Soul - Divulgação

Soul – Divulgação

“Acreditamos que o relatório J.D. Power não deixa dúvidas de que Kia constrói veículos de classe mundial. Os resultados são gratificantes, já que o estudo IQS reflete a voz de nossos clientes”, disse Michael Sprague, Chief Operating Officer e vice-presidente executivo da Kia Motors America. Em seu 29º ano, o IQA anual da J.D. Power analisa respostas de proprietários de veículos em 26 segmentos. A pesquisa é resultado das respostas de proprietários de veículos, ao avaliar o desempenho, motor, transmissão e a dirigibilidade, além da ampla gama de problemas relacionados com a qualidade dentro dos primeiros 90 dias de uso.

Harley Davidson Street Bob - Reprodução

Harley Davidson Street Bob – Reprodução

A Harley-Davidson do Brasil convoca os proprietários das motocicletas Dyna, modelo Street Bob, fabricadas em 2014 e 2015, modelo 2015. A iniciativa atinge 149 unidades em todo o território nacional. O objetivo desta campanha é solicitar o encaminhamento das motocicletas envolvidas à rede de concessionárias Harley-Davidson, para a substituição do refletor traseiro e do silencioso do escapamento.

 

Tal medida é necessária por causa de uma possível instalação do refletor traseiro com dimensão incorreta, que pode ser encoberto pela placa de licenciamento, dificultando que a motocicleta seja vista por outros veículos em determinadas condições, com risco de colisão e grave acidente, ocasionando danos materiais e físicos ao motociclista e a terceiros e também por uma possível instalação de silencioso do escapamento inadequado, que poderá fazer com que a emissão de ruído da motocicleta exceda o limite estabelecido pela legislação brasileira.

 

Para certificar se o veículo deve ser direcionado a uma concessionária, a Harley-Davidson divulga informações aos clientes no site da empresa, no SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) – 0800 724 1188, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h (exceto feriados) – ou ainda por e-mail (sac@harley-davidson.com.br). A Harley-Davidson empresa também enviou carta individualizada aos proprietários, com base em seu banco de dados.

 

O serviço será realizado gratuitamente e terá duração máxima de 1 hora. Para comodidade dos clientes, a Harley-Davidson recomenda o agendamento prévio do serviço em uma concessionária da marca. Para informações adicionais, basta consultar uma concessionária, acessar a página eletrônica da empresa ou contatar o SAC.

 

Confira tabela abaixo: