Skip to content

RICARDO RIBAS

Jornalismo feito por jornalista

Archive

Archive for maio, 2015
Lama marcou a etapa de São José do Rio Preto -  Cadu Rolim

Lama marcou a etapa de São José do Rio Preto – Cadu Rolim

A cidade do interior paulista de São José do Rio Preto recebeu sábado (30), pela primeira vez, uma etapa do rali de regularidade mais tradicional do País: o Mitsubishi Motorsports fez a terceira etapa da temporada 2015 nas trilhas da região. As duplas encontraram trechos com bastante lama, resultado da chuva dos dias anteriores. Mas o sol estava forte e deixou as paisagens ainda mais belas. Os competidores passaram por vários campos colhidos de cana-de-açúcar e encararam também cana alta.

 

Além das emoções do trajeto, que desafiou os veículos Mitsubishi 4×4, os participantes curtiram um sábado diferente, ao lado da família e dos amigos. “É a emoção de estar aqui, de encontrar gente conhecida, de se divertir. Vale a pena”, garante a navegadora Camila Cordeiro a bordo de um Pajero TR4. O piloto Marcelo Schapira, de São Paulo, completa: “A gente viaja atrás do rali.”

 

Apaixonado por off-road, Glauber Fontoura costuma correr ralis de velocidade – e é campeão do Campeonato Brasileiro de Rally e do Rally dos Sertões na categoria Super Production. Em São José do Rio Preto, ele veio reviver as origens, já que começou a competir nos ralis de regularidade. “É diferente, mas a concentração é a mesma. E eu nasci no mundo off-road da regularidade, então é um resgate do que me levou a correr”, explica a bordo de uma L200 Triton. O navegador Eduardo Pereira e Costa completa: “O rali de regularidade é fundamental e, para o navegador, é uma escola.” Os dois foram campeões na categoria Turismo.

 

Mas os novatos também têm vez: o casal Denise Flavia dos Santos e Luís Fernando Ferreira correram pela segunda vez – fizeram a estreia na etapa de Tiradentes (MG), no começo do mês. “Foi surpreendente, não esperava que fosse tão bom. Aí entra na veia e você quer ir em todas”, fala o piloto de uma L200 Triton.

 

Resultados – 3ª etapa – São José do Rio Preto (SP)

Categoria Graduados

1) Paulo Roberto Goes / Jhonatan Ardigo – Joinville (SC) – 368 pontos perdidos

2) Renato Martins / Enedir Junior – Belo Horizonte (MG) – 389 p.p.

3) José Marques de Souza Junior / Claudio Roberto Flores – Belo Horizonte (MG) – 391 p.p.

4) Olair Fagundes / Waldemberg Barros – Cuaibá (MT) – 399 p.p.

5) Otavio Enz Marreco / Allan Enz – Apucarana (PR) – 421 p.p.

 

Categoria Turismo

1) Glauber Fontoura / Eduardo Pereira e Costa – Santana de Parnaíba (SP) – 560 pontos perdidos

2) Valdir de Lacerda / Elisa de Lacerda – Pouso Alegre (MG) – 617 p.p.

3) Marcio Pereira / Patrese Pereira da Bella – Rio Bonito (RJ) – 643 p.p.

4) José Carlos Selbach Eymael / Claudia Renate Bernt Eymael – Santana de Parnaíba (SP) – 661 p.p.

5) Gustavo Pereira de Amorim / Debora Rondello Bonatti – Santo André (SP) – 846 p.p.

 

Categoria Turismo Light

1) Leonardo Menarim / Adriana Micheli – Castro (PR) – 611 pontos perdidos

2) Reginaldo Rocha Lemos Junior / Evaldo Indig Alves – São Paulo (SP) – 737 p.p.

3) Wilson Rodrigues Pinto / Carina Tricarico Camargo – São Paulo (SP) – 783 p.p.

4) Elisabete Tavares / Paulo Tavares – São Paulo (SP) – 850 p.p.

5) Glaucio Peron / Marcelo Dirceu Magalhães – Poços de Caldas (MG) – 886 p.p.

 

Resultado acumulado – Campeonato 2015

Categoria Graduados – Pilotos

1) José Marques Souza Junior – Belo Horizonte (MG) – 71 pontos

2) Otavio Enz Marreco – Apucarana (PR) – 64 pontos

3) Ernesto Kabashima – São Paulo (SP) – 56 pontos

4) Olair Fagundes – Cuiabá (MT) – 52 pontos

5) Alfredo Turcatto – São Paulo (SP) – 45 pontos

 

Categoria Graduados – Navegadores

1) Claudio Flores – Belo Horizonte (MG) – 71 pontos

2) Allan Enz – Apucarana (PR) – 64 pontos

3) Luiz Durval Brenelli Paiva – São Paulo (SP) – 56 pontos

4) Waldemberg Barros – Cuiabá (MT) – 52 pontos

5) Camilo Turcatto – São Paulo (SP) – 45 pontos

 

Categoria Turismo – Pilotos

1) Carlos Frederico Bauer Bauer – São Bento do Sul (SC) – 69 pontos

2) Valdir de Lacerda – Pouso Alegre (MG) – 58 pontos

3) Paulo Rochadel Lima – Brasília (DF) – 54 pontos

4) Paula Breves – Rio de Janeiro (RJ) – 53 pontos

5) Eduardo Alexandre Kruger – Jaraguá do Sul (SC) – 52 pontos

Categoria Turismo – Navegadores

1) Alexandro Silva – São Bento do Sul (SC) – 69 pontos

2) Elisa Borges Lacerda – Pouso Alegre (MG) – 58 pontos

3) Daniel Cavalcanti Lima – Brasília (DF) – 54 pontos

4) Vilma Rafael – Rio de Janeiro (RJ) – 53 pontos

5) Fabiane Tironi Kruger – Jaraguá do Sul (SC) – 52 pontos

 

Calendário 2015 – Mitsubishi Motorsports Sudeste

20/06 – Goiânia (GO)

04/07 – Curitiba (PR)

08/08 – Penedo (RJ)

22/08 – Vitória (ES)

07/11 – Joinville (SC)

28/11 – Ribeirão Preto (SP)

* Datas e locais sujeitos a alterações.

Fonte: Mitsubishi

A Mitsubishi repaginou o New Outlander, agora com uma versão movida a diesel -Murilo-Mattos

A Mitsubishi repaginou o New Outlander, agora com uma versão movida a diesel -Murilo Mattos

Toda a tecnologia, conforto e segurança que conquistaram as ruas do Brasil, agora com opção de motor diesel. O Mitsubishi New Outlander 2016 chega recheado de tecnologia e com design ainda mais moderno. ”O New Outlander acabou de ser apresentado nos Salões internacionais e já disponibilizamos o modelo para o público brasileiro. E estamos inovando mais uma vez, lançando o primeiro crossover com motor a diesel que a Mitsubishi Motors traz para o país, uma opção a mais em nossa ampla linha de produtos”, comemora Robert Rittscher, presidente da Mitsubishi Motors do Brasil.

 

Com linhas marcantes e sofisticadas, apresenta um novo e arrojado para-lamas e para-choque dianteiro, que agrega um novo painel cromado com desenho futurista, novas entradas de ar e um novo farol de neblina com detalhes cromados. A luz de iluminação diurna (DRL) completa o visual e traz mais segurança e visibilidade para os outros veículos, além dos modernos faróis em led com lavador. As novas rodas 18″ tem dois tons de cores, conferindo uma aparência ainda mais inovadora.

 

O motor 2.2 turbo diesel tem geometria variável, que proporciona maior torque e economia de combustível, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, DOHC com injeção direta Common Rail, turbocompressor e intercooler com potência de 165 cv e 36,7 Kgf.m de torque entre 1.500 e 2.750 rpm.

 

O aerofólio tem brake light integrado e um friso cromado contorna os vidros e destaca a linha de cintura alta, transmitindo a modernidade do design. O novo desenho e o acabamento cromado na tampa do porta-malas integram as modernas lanternas em led, que reforçam o visual arrojado deste crossover. A luz de neblina completa o visual e dá ainda mais segurança. O rack de teto está integrado na aerodinâmica e as maçanetas cromadas reforçam o design sofisticado e dão um toque especial na parte externa.

 

O New Outlander conta com diversos sistemas para melhor controle - Murilo Mattos

O New Outlander conta com diversos sistemas para melhor controle em qualquer terreno – Murilo Mattos

O amplo espaço interno conta com o moderno acabamento Black Wood e está ainda mais funcional, equipado com o sistema multimídia Black Glass com touch screen. O volante tem uma empunhadura anatômica e confortável, o que torna a dirigibilidade ainda mais prazerosa, além de novo acabamento em couro com detalhes Black Piano e é equipado com controles de áudio e piloto automático, que dão mais praticidade ao motorista.

 

Além da aparência moderna e agressiva, o New Outlander recebeu diversas melhorias, deixando este crossover mais silencioso e prazeroso para a condução. O veículo recebeu melhorias no isolamento acústico na carroceria e suspensão, o que proporciona um conforto ainda maior. Os amortecedores traseiros estão com um diâmetro maior, gerando mais estabilidade, principalmente em curvas. E a nova calibragem da direção eletroassistida gera respostas rápidas e precisas.

 

Equipado com o que há de mais moderno, este crossover traz tecnologia de ponta em todos os detalhes, como o inteligente piloto automático adaptativo (ACC), o dispositivo de redução de risco de colisão através do radar (FCM), a tração Multi Select com Trimode II, além do aviso de mudança involuntária de faixa (LDW), que reforçam a segurança e tornam a condução do veículo ainda mais prazerosa. Tudo isso aliado ao sistema eletrônico 4WD, Hill Start Assistance e nove airbags.

 

Disponível em quatro versões, New Outlander 2.0L, New Outlander GT V6 e New Outlander GT V6 com Full Technology Pack e New Outlander Diesel, este crossover ganhou o prêmio máximo de segurança automotiva nos principais institutos do mundo, como o Euro NCAP, ANCAP, JNCAP e IIHS Top Safety Pick.

 

O New Outlander conta com diversos sistemas para melhor controle - Murilo Mattos

Cabine oferece conforto em ambiente sofisticado, mas nada exagerado – Murilo Mattos

Confortável e funcional – O espaço interno do New Outlander traz comandos de fácil acesso para o motorista e passageiros, como o ar condicionado Dual Zone, além da praticidade do porta malas com abertura e fechamento automáticos. Esse crossover conta ainda com a terceira fileira de bancos e capacidade para sete pessoas, isolamento acústico aperfeiçoado, teto solar one touch e o sistema multimídia Black Glass. O espelho retrovisor interno é eletrocrômico, que evita o ofuscamento do motorista proporcionando ainda mais segurança e conforto. O volante recebeu um novo acabamento, que deixa a condução ainda mais prazerosa e melhora a dirigibilidade. Os bancos estão ainda mais confortáveis e recebem uma nova e moderna costura.

 

A praticidade e comodidade são marcas registradas do New Outlander. Para destravar as portas, basta estar com a chave Smart Keyless no bolso ou em uma bolsa, e pressionar o botão na maçaneta cromada para que o veículo seja destravado. Para dar a partida, um simples toque no botão Start/Stop Engine. Ao sair do veículo e travar as portas, automaticamente os espelhos retrovisores são rebatidos. Equipado com Comfort Pack, traz sensor de estacionamento, câmera de ré, sensor para acendimento automático dos faróis e sensor de chuva, que ativa o limpador do para brisas. Graças a um novo aprimoramento acústico, com 90 itens adicionados e recalibrados, o interior do veículo está ainda mais silencioso.

 

Tecnologia inteligente – O New Outlander é equipado com o que há de mais moderno em tecnologia, segurança e praticidade. O veiculo vem, também, com ACC (Adaptive Cruise Control), um tipo de piloto automático adaptativo vai muito além do piloto automático convencional. O motorista programa a velocidade que deseja andar e, caso algum outro veículo em mais lento entre na sua frente, o New Outlander reduz a velocidade automaticamente e mantém uma distância constante que pode ser determinada em Longa, Média e Curta. Se o veículo da frente frear, o New Outlander acompanha a frenagem, mantendo a distância programada. Quando a pista fica livre novamente, volta à velocidade inicial. A tecnologia embarcada não para por aí.

 

O New Outlander vem equipado com FCM (Foward Collision Mitigation), um sistema que utiliza um radar para controlar possíveis obstáculos à frente. Ao entrar em distância de risco, o sistema ativa um alarme sonoro e um aviso no display solicitando ao motorista uma ação de frenagem. Caso entre em uma distância de colisão, o sistema aplica automaticamente força de frenagem. Se a velocidade relativa entre o New Outlander e o outro veículo for de até 30 km/h, o sistema pode evitar o acidente, LDW (Lane Departure Warining, que alerta de mudança de faixa sinaliza sonoramente, e no painel, caso o motorista mude de faixa involuntariamente), ASC (Active Stability Control, controle de estabilidade ativo garante a perfeita trajetória em curvas e pisos de baixa aderência, mantendo o veículo na posição ideal), ATC (Active Traction Control,  controle ativo de tração evita o escorregamento em curvas ou arrancadas) e HSA (Hill Start Assistance, o  sistema impede que o veículo ande para trás ou para frente em partidas em rampa, freando automaticamente as rodas e facilitando as manobras).

 


Design com eficiência – O desenvolvimento do New Outlander passou por um processo rigoroso de aperfeiçoamento para deixar este crossover ainda melhor. A sua construção utiliza aços especiais de alta resistência e o projeto moderno e inovador resulta em baixo coeficiente de penetração aerodinâmica, com apenas 0,33, que proporciona um menor nível de ruídos, baixo consumo, maior estabilidade e excelente desempenho. O New Outlander é um carro completo e está disponível com três opções de motorização: motor 2.2 turbo diesel, 165 cv e 36,7 Kgf.m; motor MIVEC 3.0L V6, 24 válvulas, SOHC, de 240 cv e 31 Kgf.m a 3.750 rpm; e motor MIVEC 2.0L, 16 válvulas, SOHC, com 160 cv e 20,1Kgf.m a 4200rpm.

 

Os motores têm bloco, cabeçote e cárter de alumínio. O New Outlander é equipado com transmissão automática de seis marchas com sistema sequencial Sports Mode, que garante maximização do torque do motor e maior prazer ao dirigir. Além disso, o câmbio das versões diesel e V6 possuem o exclusivo INVECS-II 6ª/T-S, que analisa o modo de dirigir de cada motorista, tornando as trocas de marcha muito mais suaves. O New Outlander 2.0L possui nova transmissão CVT de 8ª geração e INVECS III com mais torque e simulação de 6 marchas. 
Para uma condução ainda mais esportiva, Paddle Shifters (as já conhecidas borboletas) estão posicionados atrás do volante. Com tamanho generoso, permitem a troca de marchas manual, deixando a sensação de dirigir ainda mais prazerosa.

 

Interior – Function and Relaxing Cockpit – Conforto para o motorista e espaço de sobra para toda a família. O interior do New Outlander é equipado com painel Soft Touch com revestimento em couro e com acabamento em Black Wood. Os bancos em couro têm aquecimento nos dianteiros e o do motorista conta com regulagem elétrica. Com o prático ar condicionado Dual Zone, cada lado do interior do veículo pode ter sua temperatura programada separadamente. Além disso, o New Outlander possui 12 pontos de refrigeração espalhados pela cabine, deixando a temperatura sempre agradável para todas as pessoas.

 

O volante é revestido em couro e tem os controles de áudio - Joystick Style -, além do controle do piloto automático Easy Ride. A direção elétrica torna a condução ainda mais precisa e prazerosa e o volante conta ainda com ajustes de altura e profundidade. O New Outlander traz a praticidade para todos os ocupantes. São 15 porta objetos, 10 porta copos, 8 luzes de cortesia, além de dois pontos de energia. O painel de instrumentos é moderno e tem display em LCD colorido de alto contraste, com computador de bordo e 13 funções. 

 

A segunda fileira de bancos é deslizante em até 250 mm, o que garante um conforto ainda maior para os passageiros. Os bancos da terceira fileira são equipados com o Hide & Seat, rebatíveis e ficam embutidos no assoalho, deixando um espaço livre ainda maior para o porta malas. A capacidade do porta-malas pode chegar a 1.625 litros com os bancos rebatidos e 798 litros com cinco passageiros.

 

O New Outlander conta com diversos sistemas para melhor controle - Murilo Mattos

Desenho da carroceria foi pensado para reunir conforto e segurança – Murilo Mattos

O amplo porta malas é equipado com o inovador sistema Power Tailgate de abertura e fechamento, com anti esmagamento. Com um simples toque no botão localizado à mão do motorista, na tampa do porta malas, ou pela chave Smart Keyless, o porta malas é aberto e fechado automaticamente, sem necessidade de fazer força ou deixar as bagagens e compras no chão. Uma praticidade a mais deste crossover recheado de tecnologia. Em um veículo pensado para toda a família, o New Outlander tem dois pontos com Isofix, que facilitam e dão mais segurança na fixação de cadeirinhas das crianças.

 

Sistema multimídia Black Glass – Toda a tecnologia do New Outlander está presente também em seu interior. O completo sistema multimídia tem tela Black Glass Touch Screen de 7″ sensível ao toque e com uma navegação fácil e intuitiva, similar aos mais modernos tablets e smartphones. É equipado com navegador GPS, Bluetooth com áudio streaming, USB com interface para smartphones, CD/DVD, rádio, entrada para cartões SD, câmera de ré e o Dynamic Information System (DIS), com acelerômetro, aceleração lateral, bússola, inclinação frontal e altitude.

 

Projeto e segurança – Desde a concepção do veículo, a Mitsubishi Motors pensa em todos os detalhes para garantir conforto e segurança. O veículo foi projetado sob o conceito RISE de deformação controlada e os pedais e a coluna de direção são colapsíveis. Os cintos de segurança são de três pontos para os sete ocupantes e os dianteiros têm pré-tensionador e limitador de força. A utilização de aços especiais de alta resistência e baixa espessura contribuem para diminuir o peso do veículo e colaboram para baixar o centro de gravidade e proporcionar mais estabilidade. 

 

Para garantir ainda mais segurança, o New Outlander 2016 é equipado com nove airbags: dianteiros, cortina, laterais e de joelho para o motorista. Prova de toda essa tecnologia empregada em favor da segurança é a mais alta classificação em três dos mais renomados institutos: Euro NCAP, ANCAP, JNCAP e IIHS Top Safety Pick +, que concederam cinco estrelas ao New Outlander, que mede 4.695 mm de comprimento, 1.810 mm de largura, 1.680 mm de altura, o entre-eixos tem 2.670 mm e a altura livre do solo é de 190mm.



Central multimídia é bem completo e garante diversão aos ocupantes - Murilo Mattos

Central multimídia Black Glass é bem completa – Murilo Mattos

Tecnologia 4×4 – O New Outlander carrega todo o DNA da Mitsubishi Motors no que há de melhor em segurança e estabilidade. O sistema de tração é o Multi Select com Trimode II, com acionamento por botão tipo Push/Leave e três modos de operação: Eco, Auto e Lock. Este sistema conta com novos sensores e está mais preparado para atender as mais diversas situações. A posição “Eco” permite uma maior economia de combustível, pois mantém o sistema preferencialmente em 4×2. Mas, caso necessário, a tração 4×4 é acionada automaticamente, garantindo mais segurança.

A posição Auto é um 4×4 ativo, onde os novos sensores garantem uma melhor distribuição da tração entre os eixos e é voltada para todo tipo de terreno, trazendo mais segurança em uma pilotagem esportiva. A posição Lock é a 4×4 em tempo integral, ideal para situações fora de estrada e pisos de baixa aderência. A suspensão dianteira é independente Mc Pherson, com molas helicoidais e barras estabilizadoras. A suspensão traseira é multilink, que garante maior controle do veículo, além de uma condução suave em terrenos irregulares.

 

A suspensão traseira alia a sofisticação com a performance e permite que, durante uma curva, haja um esterçamento passivo das rodas aumentando a estabilidade e dirigibilidade. Um veículo de alto desempenho tem que ter um sistema de frenagem capaz de proporcionar estabilidade e segurança. O New Outlander é equipado com freio a disco nas quatro rodas, ventilados na dianteira, e um gerenciamento eletrônico de alta tecnologia, com ABS, EBD e BAS.

 

As rodas são de liga leve 18″ e pneus 225/55R18 que garantem a melhor aderência nas pistas, sem comprometer a vocação off-road em terrenos acidentados. O New Outlander tem ainda um excelente raio de giro, com apenas 5,3 metros, ideal para manobras em garagens e lugares com pouco espaço.

 

Não se engane com a feição de bonzinho, pois o New Out Lander pode surpreender quem sabe usa-lo nem terrenos mais difíceis - Divulgação

A feição de bonzinho engana. O New Out Lander pode surpreender – Divulgação

Mitsubishi New Outlander 2.0L – A família New Outlander conta com a versão 2.0, que teve uma grande melhoria na eficiência e redução de combustível, graças ao aprimoramento do câmbio CVT de 8ª geração, que também influencia na diminuição das emissões de CO2. A resposta do acelerador está mais ágil e a troca de marchas foi recalibrada, aumentando a eficiência e performance. Equipado com o moderno Invecs III, o sistema se adapta ao modo de dirigir do motorista, tornando as trocas de marcha ainda mais suaves. Para uma condução ainda mais esportiva, o veículo é equipado com Paddle Shifters e Sports Mode sequencial.

 

O veículo conta com acabamento de alta qualidade e é equipado com rack de teto, sensores automático de luz e chuva, teto solar, bancos em couro, ajuste elétrico no banco do motorista, airbags duplos, laterais e de cortina, além do sistema multimídia com rádio, CD, DVD, MP3 integrado e Bluetooth. O New Outlander 2.0L possui motor MIVEC a gasolina, montado transversalmente, com 160 cv de potência, injeção eletrônica multiponto sequencial, quatro cilindros em linha, 16 válvulas e duplo comando no cabeçote (DOHC).



Cores –O New Outlander está disponível nas concessionárias de todo o país, nas cores: White, Silver, Titanium Gray, Black, D/Blue, Red e a nova cor Quarts Brown. Para a tranquilidade dos proprietários, o New Outlander tem três anos de garantia sem limite de quilometragem, além da MitRevisão com preço fixo. 

 

Preços
New Outlander 2.0L – R$ 114.990
New Outlander GT – R$ 141.990
New Outlander GT com Full Technology Pack – R$ 151.990
New Outlander Diesel – R$ 173.990

Fonte: Mitsubishi

Ficha técnica – New Outlander Diesel

Divulgação

Divulgação

Atual campeão da Lancer Cu, Sérgio Alves está entusiasmado com etapa goiana - Cadu Rolim

Atual campeão da Lancer Cu, Sérgio Alves está entusiasmado com etapa goiana – Cadu Rolim

O dia 20 de junho será muito especial no Autódromo Internacional de Goiânia (GO). A Mitsubishi Motors fará quatro eventos simultâneos para os amantes da velocidade e do off-road. Pela primeira vez, será realizada uma etapa da competição de pista Lancer Cup, o tradicional rali de regularidade Mitsubishi Motorsports, o track day Evo Day e a prova de regularidade na pista, Fun Day.

 

“Será uma grande festa do esporte a motor”, adianta Fernando Julianelli, diretor de marketing da Mitsubishi Motors. “É um grande orgulho fazermos um evento deste porte, e pela primeira vez, em Goiás, onde temos nossa fábrica. Teremos um grande desafio ao realizar as quatro competições ao mesmo tempo e reunir tanta gente, mas temos certeza que a integração dos públicos será muito prazerosa”, completa.

 

As duplas que participam do Mitsubishi Motorsports largarão do Autódromo em direção às trilhas e estradas de terra da região. Na chegada, poderão aproveitar o almoço e acompanhar a prova da Lancer Cup.

 

O público poderá assistir às disputas na pista durante todo o dia. As arquibancadas do Autódromo Internacional de Goiânia estarão abertas para receber os apaixonados por velocidade.

 

Lancer Cup – A Lancer Cup chega à terceira etapa e faz sua estreia fora do Autódromo Velo Città. Depois de duas temporadas, será a primeira vez que os pilotos experimentarão os Lancer RS e Lancer R, preparados para competição, em uma nova pista.

 

“Como ninguém ainda correu com os Lancer em Goiânia, novos vencedores poderão aparecer e embolar ainda mais o campeonato. Serão duas provas muito disputadas, onde os tradicionais favoritos deverão se aplicar para que consigam buscar bons resultados”, comenta Guilherme Spinelli, diretor da Ralliart Brasil, divisão de alta performance da Mitsubishi Motors.

 

Atual campeão da competição, o carioca Sergio Alves está empolgado com a disputa em Goiânia. “Correr em outros lugares é super válido. Cada piloto pode ter uma adaptação melhor em alguma pista e se destacar mais. E ir para outros Estados é muito bom, muda a rotina”, destaca.

 

A Lancer Cup tem duas categorias: a Lancer RS, com carros de 340 cv e câmbio sequencial, e a Lancer R, com 306 cv e câmbio mecânico. Os pilotos disputam a prova simultaneamente, tornando as corridas ainda mais emocionantes para quem assiste.

 

Inscrições para o rali serão abertas no dia 8 de junho - Ricardo Leizer

Inscrições para o rali serão abertas no dia 8 de junho – Ricardo Leizer

Mitsubishi Motorsports – O rali de regularidade chega à quarta etapa do campeonato Sudeste 2015 em uma região muito conhecida dos competidores, com grandes planícies, estradas de terra e muito calor. São três categorias: Turismo Light, para iniciantes, Turismo, para quem tem experiência intermediária, e Graduados, para duplas experientes.

 

As inscrições para o Mitsubishi Motorsports serão abertas no dia 8 de junho, às 8h da manhã, através do site. Cada carro faz a doação de 30 quilos de alimentos e seis produtos de higiene, que são destinados a instituições da região por onde passa o rali.

 

“O rali é destinado a famílias e amigos que fazem a prova com seu próprio carro. É uma ótima oportunidade de colocar o 4×4 à prova e viver um dia descontraído e muito divertido”, afirma Julianelli. Podem participar da competição os veículos Mitsubishi 4×4 das linhas L200 e Pajero.

 

“Apesar de ser uma competição, o espírito de todo mundo é o mesmo: passear e curtir”, conta o participante Leonardo Calissi Pegoraro, proprietário de uma L200 Triton.

 

Evo Day reúne várias gerações do Lancer Evolution - Cadu Rolim

Evo Day reúne várias gerações do Lancer Evolution – Cadu Rolim

Fun Day e Evo Day – Os clientes de Lancer, ASX e Outlander poderão se divertir com a família e com total segurança no Fun Day, uma prova de regularidade na pista do autódromo. A prova é feita com o próprio veículo, sem nenhum tipo de preparação. Os três melhores sobem ao pódio no final do dia. “É muito emocionante, muito legal. Não esperava que seria assim. Viemos para brincar e ficamos super felizes”, comentou o participante Julio Cesar Fabiano Junior, que já participou da prova com um Lancer sedan.

 

Já os proprietários do esportivo Lancer Evolution poderão testar suas máquinas no Evo Day, um track day exclusivo com três baterias de muita velocidade. “É um paraíso para quem é apaixonado por automobilismo. O Lancer Evo X é um carro que tem performance e que você também pode usar no dia a dia. E nesse evento temos amigos com um interesse comum, então podemos ficar falando à vontade sobre carro”, disse Felipe Steyer, proprietário de um Lancer Evolution X.

 

As inscrições para o Fun Day e Evo Day estão abertas no site.

 

Programação – Mitsubishi Racing Day*

Sexta-feira, 19 de junho
14h30 às 16h50 – Treinos livres / Lancer Cup
17h às 22h – Confirmação da inscrição, adesivagem e briefing / Mitsubishi Motorsports

Sábado, 20 de junho
08h30 – Mitsubishi Parade (desfile dos veículos na pista)
09h00 – Início da largada do Mitsubishi Motorsports
09h00 – Lancer Cup (treino classificatório)
09h30 – Mitsubishi Parade (desfile dos veículos na pista)
11h00 – Largada da Lancer Cup (prova 1)
11h50 – Evo Day (bateria 1)
13h00 – Fun Day
13h45 – Evo Day (bateria 2)
15h20 – Largada da Lancer Cup (prova 2)
16h00 – Evo Day (bateria 3)
16h30 – Início da cerimônia de premiação

* Programação sujeita a alteração.

Calendários 2015

Lancer Cup*
19 e 20/06 – 3ª etapa – Autódromo Internacional de Goiânia (GO)
24 e 25/07 – 4ª etapa – Autódromo Velo Città (Mogi Guaçu, SP)
21 e 22/08 – 5ª etapa – Autódromo de Interlagos (SP)
02 e 03/10 – 6ª etapa – Autódromo Internacional de Tarumã (Viamão, RS)
13 e 14/11 – 7ª etapa – Autódromo Velo Città (Mogi Guaçu, SP)

Mitsubishi Motorsports Sudeste*
20/06 – Goiânia (GO)
04/07 – Curitiba (PR)
08/08 – Penedo (RJ)
22/08 – Vitória (ES)
07/11 – Joinville (SC)
28/11 – Ribeirão Preto (SP)

* Datas e locais sujeitos a alterações.

Serviço
Autódromo Internacional de Goiânia – Ayrton Senna
Endereço: Rodovia GO-02, Km 04, s/n
Parque Lozandes – Goiânia (GO)

Fonte: Mitsubishi

Piloto chegou na frente na etapa de Erechim do Brasileiro de Rally de Velocidade - Divulgação

Piloto chegou na frente na etapa de Erechim do Brasileiro de Rally de Velocidade – Divulgação

Depois de dois dias de provas e muita emoção, a dupla Ulysses Bertholdo e Alessander Soares venceu a etapa de Erechim do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade. A bordo de seu Lancer Evolution X, eles completaram os trechos cronometrados com o tempo de 1h51min17,6s, o que garantiu o primeiro lugar entre os pilotos brasileiros.

O Rally Internacional de Erechim também foi válido para o Campeonato Sul-americano de Rally de Velocidade, o que atraiu duplas de diversos países. Mesmo não concorrendo na competição, Ulysses e Alessander conseguiram o segundo melhor tempo entre todos os competidores, inclusive de categorias superiores.

“Estamos muito felizes com o resultado. A prova foi bastante técnica e veloz, cheia de surpresas. Mesmo assim, conseguimos voltar com mais essa vitória para casa no Brasileiro e uma ótima classificação frente a pilotos de outros países. É uma prova que nosso trabalho está dando certo”, comemora o piloto gaúcho. 

No primeiro dia de competição, as duplas enfrentaram uma especial diferente, com poucas semelhanças aos anos anteriores. “Foi um trajeto técnico e veloz, com piso de pedra bastante escorregadio”, explica Ulysses. Já no segundo dia, o rali foi marcado por longos trechos de lama e barro. Um ingrediente a mais, que deixou a etapa ainda mais emocionante e imprevisível. 

“Mesmo nessas situações adversas, o Lancer Evo se comportou muito bem. Em trechos com características que poderiam causar problemas nos carros, passamos sem qualquer dificuldade”, ressalta o líder do campeonato.

Com o resultado, Ulysses lidera o Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade, com duas vitórias em duas etapas realizadas até aqui. A próxima prova será no dia 5 de julho, na cidade catarinense de Pomerode. “Estamos em um ritmo bom e já vencemos duas etapas. Vamos continuar o bom trabalho para seguir bem no campeonato”, completa o piloto.

Terceira vitória seguida de Rosberg em Mônaco teve a mão amiga da Mercedes - Sutton Images

Terceira vitória seguida de Rosberg em Mônaco teve a mão amiga da Mercedes – Sutton Images

O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, conquistou de forma no mínimo inusitada, domingo (24), sua terceira vitória no Grande Prêmio de Mônaco, seguido de Sebastian Vettel, da Ferrari, e Lewis Hamilton, que perdeu a corrida com um erro da equipe que o chamou para uma troca desnecessária de pneus. Hamilton liderava a corrida livre, leve e solto até que na volta 65 o jovem de 17 anos da Toro Rosso, Max Verstappen, bateu na traseira da Lotus de Romain Grosjean e cravou, literalmente, seu carro contra o muro de proteção, o que rendeu a entrada do carro de segurança.

 

A dupla da Red Bull Daniil Kvyat e Daniel Ricciardo terminou em quarto e quinto, respectivamente, o melhor resultado da Red Bull da temporada, seguida por Kimi Raikkonen, da Ferrari, concluiu a prova na sexta posição, Sergio Pérez, da Force India, Jenson Button, da McLaren-Honda terminou em oitavo e garantiu os primeiros pontos da equipe de Ron Dennis, Felipe Nasr (Sauber) e nono da Sauber e Carlos Sainz (Toro Rosso), completando o top 10.

 

Hamilton largou bem e fazia uma corrida brilhante até que a equipe lhe arrancou a vitória - Sutton Images

Hamilton largou bem e fazia uma corrida brilhante até que a equipe lhe arrancou a vitória – Sutton Images

Sem motivo aparente, a Mercedes chamou Hamilton para troca de pneus e neste momento deu a vitória de mão beijada para Nico Rosberg, que agora soma três vitórias seguidas no principado e com isso se junta no olimpo onde estão os vencedores Graham Hill (1963,1964 e 1965), Alain Prost (1984, 1985 e 1986) e o ainda “Mister Mônaco” Ayrton Senna (1989, 1990, 1991, 1992 e 1993). Rosberg agora tem 116 pontos, contra 126 de Hamilton.

 

Evidentemente que a estratégia errônea – e sem motivo – da equipe da estrela solitária vai gerar um clima não muito agradável, apesar de ela ter renovado o contrato de Hamilton por mais três temporadas, envolvendo um montante a ser pago o piloto britânico acima de US$ 100 mil por temporada. Ainda com o carro de segurança na pista, Hamilton retornou para a pista na terceira posição, atrás de Vettel. Lá na frente, quando a pista foi liberada, Rosberg conseguiu abrir vantagem, enquanto, desesperado, Hamilton, de pneus novos, tentava dar o bote em cima do alemão da Ferrari e embutir na traseira do carro de seu companheiro de equipe para tentar a vitória nas ruas do principado. Não conseguiu. Toto Wolff, chefão da Mercedes, admitiu que foi a pior decisão de sua vida, mas terá de dar explicações a Hamilton. Com certeza.

 

Felipe Nasr fez mais uma boa apresentação com a fraca Sauber - Sutton Images.jpg

Felipe Nasr fez mais uma boa apresentação com a fraca Sauber – Sutton Images

Fez bonito – O brasileiro Felipe Nasr, da Sauber, terminou a etapa monegasca na ótima 9º posição em seu ano de estreia e contabilizou mais dois pontos. O brasiliense largou bem, não se envolveu em acidentes e, com isso, manteve a nona posição na tabela de pontos no Mundial de Pilotos. Se Nasr não fez uma corrida de ultrapassagens espetaculares, pelo menos extraiu de sua Sauber sem desenvolvimento o melhor que pôde e não cometeu nenhum erro gritante, o que, para um novato, pode ser considerado um resultado muito bom.

 

A sorte voltou a dar as costas para Massa - Sutton Images

A sorte voltou a dar as costas para Massa – Sutton Images

Micou – Felipe Massa, da Williams, não foi bem. O paulista se envolveu logo na primeira volta em um incidente de corrida e caiu da 13ª para a última posição, uma volta atrás do líder. Antes da largada, Massa havia dito que seu carro, também sem nenhum desenvolvimento desde a primeira etapa do campeonato, não andaria bem em Mônaco, como não andou. Mas nem ele esperava um resultado tão simplório, e o que é pior, continuar atrás de seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas.

 

A Fórmula 1 se reúne novamente no GP do Canadá, dia 7 de junho.

 

GP de Mônaco, resultado final:

Crédito: formula1.com

(Crédito: formula1.com)

 

 

Mundial de Pilotos (os dez primeiros):

Crédito: formula1.com

(Crédito: formula1.com)

 

Mundial de Construtores: 

(Crédito: formula1.com)

(Crédito: formula1.com)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hamilton cravou a pole com categoria, equilibrio e sorte - Sutton Images

Hamilton cravou a pole com categoria, equilíbrio e sorte – Sutton Images

Lewis Hamilton, atual campeão mundial e líder do campeonato de 2015, largará da pole-position no Grande Prêmio de Mônaco, que será disputado neste domingo (24) a partir das 9 horas (horário de Brasília). Embora já tenha vencido em 2008, esta foi a primeira pole do inglês no principado. Com sorte e um deslize emocional de seu companheiro de Mercedes, o finlandês Nico Rosberg, com quem o britânico dividirá a primeira fila. Rosberg até poderia ter lutado de igual para igual com Hamilton, mas um erro de frenagem tirou o que é mais importante quando se corre em um circuito de rua, a confiança, e com isso jogou a toalha e deu ao seu principal rival na luta pelo título mais uma posição de honra. A disputa de poles entre ambos, por enquanto, mostra um placar de 5 x 1 a favor de Hamilton, o que só aperta o nó na cabeça de Rosberg.

 

A segunda fila será formada por Sebastian Vettel, da Ferrari, e o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull. O top-10 foi completado por Daniil Kvyat (RBR), Kimi Räikkönen (Ferrari), Sergio Pérez (Force India), Carlos Sainz (Toro Rosso), Pastor Maldonado (Lotus) e Max Verstappen (Toro Rosso). Entretanto, a formação do grid de largada é um aperitivo do que pode acontecer na prova já que ultrapassar em circuito de rua, quase uma pista de kart indoor – ou como bem disse os tricampeões mundiais de F1 Nelson Piquet e Ayrton Senna, correr em Mônaco é com andar rápido em um tubo –, concentração sem perda de ousadia para lamber os muros é fundamental. Vendo por esse ângulo, Hamilton leva vantagem sobre Rosberg.

 

Massa é o reflexo distorcido de uma Williams sem desenvolvimento - Sutton Images

Massa é o reflexo de uma Williams sem desenvolvimento – Sutton Images

 

Atípico, o GP de Mônaco, considerado de média-baixa velocidade. Uma mistura de poucas e rápidas retas com desacelerações bruscas. Aí entra o componente equilíbrio. Quem conseguir conservar os freios e conseguir encontrar o ponto certo de ultrapassagem de retardatários está com a mão no troféu. Nesse quesito, impossível não relembrar Senna, que subiu ao ponto mais alto do pódio de Mônaco nada menos que seis vezes e perdeu de vencer a sétima ao se desconcentrar e cravar sua McLaren na entrada do túnel.

  

 

Nasr  terá dias difíceis na Sauber, que parou no tempo   Sutton Images

Nasr terá dias difíceis na Sauber, que parou no tempo Sutton Images

Sensação do começo da temporada, Felipe Nasr (Sauber), desta vez, amargou pela falta de desenvolvimento de seu carro e largará da 15ª posição, bem como Felipe Massa (Williams), que foi privilegiado pela perda de cinco posições de Romain Grosjean (Lotus) por troca da caixa de câmbio, sairá da 13ª posição. Ambos estão pagando caro na pista pelos orçamentos restritos das equipes as quais defendem. Ou seja, enquanto a concorrência aprimorou seus pacotes para a fase europeia seus times pararam no tempo e eles correrão com as mesmas especificações técnicas com as quais começaram a temporada.

 

Demonstração mais evidente da falta de investimento fica comprovada pelas atuações de seus companheiros de equipe. Valtteri Bottas, da Williams, não conseguiu encontrar o acerto ideal só conseguiu cravar a 17ª posição na composição do grid de largada, enquanto Marcus Ericsson, da Sauber, a nada entusiasmante 18ª posição à frente das simplórias Manor Marussia de Will Stevens e Roberto Merhi, respectivamente 19º e 20º colocados. 

 

Rosberg E escorregou na baba e deu de lambuja pole inédita em Mônaco para Hamilton Vettel sai em terceiro - Sutton Images

Rosberg (e) escorregou na baba e deu de lambuja pole em Mônaco para Hamilton Vettel sai em terceiro – Sutton Images

 

  Confira abaixo o grid de largada para o GP de Mônaco:

 

POS.

NO.

DRIVER

TEAM

Q1

Q2

Q3

LAPS

1

44

LEWIS HAMILTON

MERCEDES

1:16.588

1:15.864

1:15.098

28

2

6

NICO ROSBERG

MERCEDES

1:16.528

1:15.471

1:15.440

25

3

5

SEBASTIAN VETTEL

FERRARI

1:17.502

1:16.181

1:15.849

24

4

3

DANIEL RICCIARDO

RED BULL

1:17.254

1:16.706

1:16.041

28

5

26

DANIIL KVYAT

RED BULL

1:16.845

1:16.453

1:16.182

26

6

7

KIMI RÄIKKÖNEN

FERRARI

1:17.660

1:16.440

1:16.427

23

7

11

SERGIO PEREZ

FORCE INDIA

1:17.376

1:16.999

1:16.808

22

8

55

CARLOS SAINZ

TORO ROSSO

1:17.246

1:16.762

1:16.931

29

9

13

PASTOR MALDONADO

LOTUS

1:17.630

1:16.775

1:16.946

30

10

33

MAX VERSTAPPEN

TORO ROSSO

1:16.750

1:16.546

1:16.957

29

11

8

ROMAIN GROSJEAN

LOTUS

1:17.767

1:17.007

 

22

12

22

JENSON BUTTON

MCLAREN

1:17.492

1:17.093

 

20

13

27

NICO HULKENBERG

FORCE INDIA

1:17.552

1:17.193

 

16

14

19

FELIPE MASSA

WILLIAMS

1:17.679

1:17.278

 

22

15

14

FERNANDO ALONSO

MCLAREN

1:17.778

1:26.632

 

11

16

12

FELIPE NASR

SAUBER

1:18.101

   

11

17

77

VALTTERI BOTTAS

WILLIAMS

1:18.434

   

10

18

9

MARCUS ERICSSON

SAUBER

1:18.513

   

11

19

28

WILL STEVENS

MARUSSIA

1:20.655

   

9

20

98

ROBERTO MERHI

MARUSSIA

1:20.

     

Crédito: formula1.com

Mauricio Slaviero (e) e Alfredo Rodrigues - Divulgação

Mauricio Slaviero (e) e Alfredo Rodrigues – Divulgação

Na tarde de quinta-feira (21), o diretor geral da Stock Car, Maurício Slaviero, visitou as obras do Circuito dos Cristais. O primeiro autódromo internacional de Minas Gerais está sendo construído na cidade de Curvelo e tem previsão de inauguração em março de 2016. Para o dirigente, a pista mineira, que possui 4.420m, será uma das mais agradáveis de pilotar.

 

“Muito legal, pista grande, larga, com um traçado bem técnico, muito bacana e que talvez seja a pista que os pilotos mais vão gostar no Brasil, pois têm de tudo, grandes retas, curvas lentas, curvas rápidas e vai ser muito legal. Estamos muito animados de poder vir pra cá e sem dúvidas será uma grande festa, um grande evento”, disse Slaviero.

 

Acompanhado dos diretores da TecRacing, empresa proprietária do Circuito dos Cristais, Marco Túlio dos Santos e Alfredo Rodrigues, a visita serviu para esclarecer as demandas que a Stock Car necessitará em Curvelo, desde logística das equipes, acesso de público, dimensões dos boxes, pistas de resgate, ações promocionais e infraestrutura, foram pautas do encontro.

 

Também estiveram presentes o Presidente da Federação Mineira de Automobilismo (FMA), Pedro Sereno e o assessor de imprensa da entidade Flávio Quick. Para Alfredo Rodrigues, cada promotor de eventos que visita a obra, ajuda no processo de construção e solução de possíveis problemas que podem surgir no futuro. “As vistorias são bem vindas, nos trazem soluções. Os promotores de eventos já estão acostumados e frequentam todas as pistas do Brasil e do mundo e por isso sempre somam ao projeto”, disse Rodrigues.

 

A área total do empreendimento possui quatro milhões de metros quadrados, dos quais 1 milhão de área verde, composta por vegetação nativa será preservada, através de um eficiente plano de sustentabilidade, que envolve inclusive a recuperação de áreas degradas.

Bertholdo busca mais uma vitória em Erechim - Divulgação

Bertholdo busca mais uma vitória em Erechim – Divulgação

O atual campeão brasileiro de rali de velocidade, Ulysses Bertholdo, volta a acelerar o seu Lancer Evolution X neste fim de semana no Rally Internacional de Erechim, uma das mais importantes provas do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade. A etapa, realizada entre 22 e 24 de maio, reúne duplas de todo o Brasil.

 

“A população de Erechim é apaixonada por velocidade, o que torna esse rali especial. A expectativa é grande, mas vamos manter a concentração e buscar um bom resultado.”, comenta Ulysses, que venceu a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade, realizada na cidade gaúcha de Estação.

 

Famosa por ter trechos de alta velocidade e piso com muitas pedras, dois fatores que tornam o trajeto bastante seletivo, a prova também é válida pelo campeonato Sul-americano de Rally de Velocidade. “Mesmo com esses desafios, estamos confiantes. O nosso Lancer Evolution X é um carro rápido, resistente e muito seguro”, explica o piloto. “Esses são diferenciais importantes, ainda mais em um desafio que terá presença de duplas estrangeiras, que sempre trazem muita experiência e velocidade para o evento”, completa.

 

A disputa se estende por 160 km de trechos cronometrados durante sábado e domingo.

 

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade

22 de maio – Erechim (RS)

5 de julho – Pomerode (SC)

13 de setembro – Ponta Grossa (PR)

25 de outubro – Local a definir

6 de dezembro – Morretes (SC)

Fonte: Mitsubishi